0

'Time' põe Bolsonaro entre os 100 mais influentes do mundo

Lista também inclui Donald Trump, Matteo Salvini e o Papa

17 abr 2019
11h35
atualizado às 11h57
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente Jair Bolsonaro foi incluído pela revista americana Time em sua lista das "100 pessoas mais influentes do mundo".

O ex-mandatário aparece na categoria "líderes", que também conta com o papa Francisco, o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, da China, Xi Jinping, e da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, entre outros.

"Jair Bolsonaro é um personagem complexo. Depois de três meses como presidente do Brasil, ele representa uma brusca ruptura com uma década de corrupção em alto nível e a melhor chance do Brasil em uma geração de implantar reformas econômicas que controlem a dívida crescente", diz o texto da Time, assinado pelo cientista político Ian Bremmer.

Jair Bolsonaro é retratado pela revista americana Time
Jair Bolsonaro é retratado pela revista americana Time
Foto: Reprodução / Ansa

"O ex-oficial do Exército também é um garoto-propaganda da masculinidade tóxica, um ultraconservador homofóbico que pretende travar uma guerra cultural e, talvez, reverter os progressos do Brasil no combate às mudanças climáticas", acrescenta.

Segundo Bremmer, o país permanece sendo uma "democracia dinâmica" e com "instituições robustas" que "limitarão tanto o mal quanto o bem" que Bolsonaro possa fazer. "Se ele quiser conquistar alguma coisa, terá de aprender a trabalhar dentro do sistema. [...] O tempo dirá se ele tem a flexibilidade e resiliência de caráter de que precisará", diz o cientista político.

Salvini

Além de Bolsonaro, outro expoente da extrema direita citado na lista da Time é o ministro do Interior e vice-premier Matteo Salvini, figura mais poderosa do atual governo da Itália.

O texto sobre ele é assinado pelo ex-estrategista-chefe da Casa Branca Steve Bannon, guru de ultranacionalistas mundo afora. Segundo o americano, Salvini "resgatou o orgulho nacional" italiano.

"De origem humilde, Salvini é hoje o político mais falado da Europa - e no fim de maio, após as eleições parlamentares europeias, pode se tornar o mais poderoso", diz Bannon. Outros italianos citados pela Time são o chef Massimo Bottura e o estilista Pierpaolo Piccioli.

Veja também

 

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade