0

Suplente de Donadon assume vaga falando em voto aberto na Câmara

Amir Lando (PMDB-RO) vai ficar no cargo até o dia 1º de fevereiro de 2015

29 ago 2013
15h41
atualizado às 16h05
  • separator
  • 0
  • comentários

O suplente do deputado afastado Natan Donadon, Amir Lando (PMDB-RO), assumiu na tarde desta quinta-feira o mandato parlamentar pelo tempo restante até o fim desta legislatura, em 1º fevereiro de 2015. Questionado se ele não estaria enfrentando o risco de não ficar muito tempo no mandato por assumir no lugar de um deputado preso, cujo pedido de cassação foi rejeitado ontem pelo Plenário, Lando disse que vai exercer o mandato como qualquer outro parlamentar, executando-o da melhor forma possível.

Amir Lando assumiu o mandato no lugar do deputado afastado Natan Donadon
Amir Lando assumiu o mandato no lugar do deputado afastado Natan Donadon
Foto: Gustavo Lima / Agência Câmara

“Eu vou lutar por Rondônia, pelo País e pelas mudanças que o povo quer”, disse Lando, citando como exemplo dessas mudanças a luta pelo voto aberto nas votações de cassação de mandatos. Após Donadon ser absolvido pelo plenário e retornar à penitenciária, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), determinou a convocação do suplente imediato para assumir o mandato parlamentar, em caráter de substituição, pelo tempo que durar o impedimento do titular.

"Uma vez que, em razão do cumprimento de pena em regime fechado, o deputado Natan Donadon encontra-se impossibilitado de desempenhar suas funções, considero-o afastado do exercício do mandato", disse Alves. Ele justificou a convocação do suplente dizendo que a representação da Câmara não pode ficar desfalcada indefinidamente, assim como a sociedade e o Estado de Rondônia não podem ficar privados de um de seus representantes. Rondônia tem oito deputados federais.

Donadon foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a mais de 13 anos de prisão pelos crimes de peculato e formação de quadrilha. A condenação foi pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia à época em que ele era diretor financeiro da Casa. No início de julho, Donadon deixou de receber o salário de deputado e os funcionários do seu gabinete foram demitidos.

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade