0

Pelo Twitter, Haddad deseja sucesso a Bolsonaro

"Nosso país merece o melhor", disse candidato derrotado no segundo turno

29 out 2018
10h07
atualizado às 10h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dia após sua derrota nas urnas, o candidato do PT, Fernando Haddad, usou o Twitter para desejar sucesso ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O gesto pode ser interpretado como uma forma de acalmar os ânimos no Brasil, após uma campanha eleitoral muito polarizada e com palavras duríssimas.

Bolsonaro chegou a chamar o grupo político de Haddad de "marginais vermelhos" e dizer que sairiam do país ou seriam presos. Haddad recebeu críticas por não ter ligado para o adversário após a derrota neste domingo.

Candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, durante coletiva de imprensa em São Paulo
Candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, durante coletiva de imprensa em São Paulo
Foto: Paulo Whitaker / Reuters

O pleito, decidido em segundo turno neste domingo (28), terminou com 55,13% dos votos para o candidato do PSL e 44,87% para o petista.

O futuro de Haddad

A votação de Haddad foi expressiva. Mesmo com o PT em meio a uma das maiores crises de sua história, o ex-prefeito de São Paulo teve a preferência de 47 milhões de eleitores. Os números podem cacifá-lo para liderar a oposição a Bolsonaro.

Em seu discurso, após a divulgação do resultado da eleição, o petista sinalizou que tentará ser o principal nome opositor. "Eu coloco a minha vida à disposição deste país", disse o político.

Também tentou tranquilizar seus seguidores: "Quero dizer para aqueles que eu, olhando nas ruas deste país, em todas as regiões, eu senti uma angústia e um medo na expressão de muitas pessoas, que às vezes chegavam a soluçar de tanto chorar. Não tenham medo. Nós estaremos aqui".

Veja também

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade