PUBLICIDADE

Política

Partido Novo acusa Guilherme Boulos de propaganda política antecipada em ação no TRE-SP

O Novo anexou uma foto de um panfleto que supostamente teria sido distribuído em uma estação da CPTM em São Paulo

21 abr 2024 - 17h24
(atualizado às 23h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Partido Novo entra com uma representação no TRE-SP contra o pré-candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos, acusando-o de propaganda eleitoral antecipada, baseada em um panfleto distribuído em uma estação da Lapa da CPTM.
Panfleto que teria sido distribuído em estação da CPTM em São Paulo
Panfleto que teria sido distribuído em estação da CPTM em São Paulo
Foto: Reprodução

O Partido Novo entrou com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) contra o pré-candidato à prefeitura paulista Guilherme Boulos. A ação, que data da última sexta-feira, 19, acusa o psolista de propaganda eleitoral antecipada.

O Terra confirmou a existência do processo no portal do TRE-SP. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, que teve acesso ao conteúdo interno da representação do Novo, o partido anexou um panfleto que teria sido distribuído em uma estação da Lapa da CPTM, na zona oeste de São Paulo.

Na imagem, Boulos aparece ao lado de Marta Suplicy (PT), sua candidata a vice. O texto do panfleto pede que as pessoas enviem suas propostas para o plano de governo da chapa.

Para o Novo, há referência clara às eleições municipais de 2024, mesmo que o material não contenha pedido de voto. O partido cita as expressões "contamos com você" e "vem fazer parte dessa mudança com a gente" como motivos para a ilicitude da distribuição do panfleto.

O Novo pede que Boulos seja multado e o material, proibido de ser distribuído.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade