0

Marina diz que Lula faz apologia ao confronto, dizem jornais

Além de criticar o ex-presidente e ex-correligionário, a terceira colocada nas eleições de 2014 defendeu impugnação da chapa Dilma-Temer

7 mar 2016
10h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Terceira colocada na corrida presidencial de 2014, Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, não poupou críticas ao ex-correligionário Luiz Inácio Lula da Silva, que, segundo ela, teria conclamado a militância do PT a defendê-lo de acusações após ser levado pela Polícia Federal para depor coercitivamente na sexta-feira (4). A ex-senadora afirmou que o petista teria incitado os militantes ao confronto, de acordo com os jornais O Globo e Folha de S. Paulo.

Marina defendeu que supostas condutas ilícitas de Lula devem ser investigadas pela Polícia Federal
Marina defendeu que supostas condutas ilícitas de Lula devem ser investigadas pela Polícia Federal
Foto: Flickr/Talita Oliveira / O Financista

Durante congresso do seu partido no final de semana, Marina demonstrou preocupação com a divisão política do País, o que estaria fomentando agressões entre pessoas com opiniões diferentes. Na sexta-feira, enquanto Lula prestava depoimento, brigas foram registradas entre manifestantes contra e a favor do ex-presidente. 

Além de apoiar as investigações da Operação Lava Jato, a líder da Rede defendeu que supostas condutas ilícitas de Lula devem ser investigadas pela Polícia Federal. A ex-senadora pontuou que o processo deve assegurar o direito de defesa do petista. "Não podemos condenar o ex-presidente, mas não podemos desqualificar os indícios de corrupção", explicou.

Ao afirmar que “ninguém está acima da lei”, Marina disse não identificar irregularidades na condução coercitiva determinada pelo juiz Sérgio Moro contra o ex-presidente.

A ex-senadora sinalizou que prefere a impugnação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) à saída de Dilma do comando do Planalto por um processo de impeachment conduzido pela Câmara dos Deputados.

Veja também:

Bolsonaro fala em 'cartão vermelho' para quem sugere congelar aposentadorias e enterra Renda Brasil
O Financista Todos os direitos reservados
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade