4 eventos ao vivo

Lava Jato: deputado citado quer prestar depoimento na CPI

Alberto Youssef disse que Waldir Maranhão teria recebido dinheiro do esquema montado na estatal

19 mar 2015
14h57
atualizado às 14h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Waldir Maranhão pediu para depor</p>
Waldir Maranhão pediu para depor
Foto: Câmara dos Deputados / Divulgação

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), informou nesta quinta-feira (19) que o primeiro-vice-presidente da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), se ofereceu para prestar esclarecimentos de maneira espontânea.

Maranhão é um dos deputados que tiveram o nome citado na lista encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com nomes de políticos envolvidos nos casos de corrupção na Petrobras e cujo pedido de investigação foi autorizado pelo ministro Teori Zavascki. Seu nome foi citado na delação premiada do doleiro Alberto Youssef como um dos políticos que receberam dinheiro do esquema. O depoimento foi marcado para a próxima terça-feira (24).

Waldir Maranhão, cujo partido (PP), apresenta o maior número de políticos na lista de Janot, falará na Câmara duas semanas após o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ter comparecido à comissão para se defender das acusações de participação no esquema de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras.

Veja também:

Bolsonaro fala em 'cartão vermelho' para quem sugere congelar aposentadorias e enterra Renda Brasil
Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade