PUBLICIDADE

Eduardo Cunha: Câmara deve discutir reforma política em maio

Serão discutidos sistema de eleição, financiamento de campanha, coincidência ou não de mandatos e se teremos ou não reeleição

26 mar 2015 23h06
| atualizado às 23h07
ver comentários
Publicidade
<p>Câmara terá uma semana para debater apenas a reforma política, disse Eduardo Cunha </p>
Câmara terá uma semana para debater apenas a reforma política, disse Eduardo Cunha
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta quinta-feira (26), em São Paulo, que o debate sobre reforma política deve ser feito, pela Casa, no mês de maio.

“Vamos fazer uma semana, que será em maio, para votarmos única e exclusivamente tudo o que tivermos que votar em matéria de reforma política”, disse ele durante o lançamento da campanha "Mais mulheres na política", na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista.

Segundo o deputado, na semana agendada serão votadas questões envolvendo a legislação eleitoral, por exemplo. “De lá sairão algumas alterações, certamente, na legislação eleitoral e na Constituição Federal, que tratam sobre o tema reforma política”, disse ele, ressaltando que as alterações já deverão valer para as próximas eleições, em 2016.

Eduardo Cunha enfatizou que serão discutidos sistema de eleição, financiamento de campanha, coincidência ou não de mandatos, se teremos ou não reeleição, como se darão as campanhas e os tempos de campanhas, e "tudo isso estará esclarecido para que, pelo menos, possam valer na eleição de 2016. Para isso, terá que ser tudo votado, promulgado, pelo menos em torno de 30 de setembro, ou sancionado, o que for por lei ordinária, até 30 de setembro deste ano”, explicou.

Agência Brasil Agência Brasil
Publicidade
Publicidade