4 eventos ao vivo

Deputada reage a Bolsonaro sobre estupro: Ninguém merece

10 dez 2014
12h53
atualizado às 13h13
  • separator
  • comentários

Nesta quarta-feira, a ex-ministra de Direitos Humanos da Presidência da República e deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) se pronunciou no Facebook sobre a discussão que teve um dia antes com o também deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). Em sua página da rede social, ela compartilhou uma imagem com um dado alarmante sobre os crimes de estupro no Brasil e escreveu a hashtag #NenhumaMulherMereceSerEstuprada. 

Deputada reage a Bolsonaro: #NenhumaMulherMereceSerEstuprada
Deputada reage a Bolsonaro: #NenhumaMulherMereceSerEstuprada
Foto: Reprodução

A Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados também usou o Facebook para se posicionar. Além de postar uma foto com os dizeres "Ei, Bolsonaro, cai na real, ninguém merece ser estuprada", a instituição divulgou uma nota de repúdio. 

"A fala do deputado Jair Bolsonaro, em que afirma que 'não estupraria a parlamentar porque ela não mereceria', é um explícito ato de violência contra as mulheres brasileiras; uma ofensa à moral da parlamentar; um ato que atenta contra a imagem da Câmara dos Deputados; e uma evidente transgressão ao art. 3º, inciso III, art. 4º, inciso I, e art. 5º, inciso III, do Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, que merece ser exemplarmente punida (...). No dia que antecede o encerramento das atividades dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, realizadas em mais de 150 países, a Câmara dos Deputados do Brasil sofre essa vergonha, que não pode, mais uma vez, ficar impune", diz o comunicado. 

A confusão entre Rosário e Bolsonaro aconteceu nesta terça-feira no plenário da Câmara. Após discursar a favor da Comissão da Verdade e das investigações dos abusos da ditadura militar, ela se dirigiu à saída do local e foi interrompida por ele. Militar de reserva, Bolsonaro contou que havia sido chamado de "estuprador" por ela em uma situação anterior e rebateu afirmando que não iria estuprá-la "porque ela não merece". 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade