0

RS: alunos depõem por ameaça de invadir assembleia com armas

Caso foi registrado na Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul

15 nov 2016
22h22
  • separator
  • comentários

Sete estudantes da Universidade Federal de Santa Maria, na região Central do Rio Grande do Sul, foram ouvidos nesta semana pela Polícia Federal após ameaçarem invadir uma assembleia estudantil com armas de fogo e facões. Imagens de armas brancas, armas de fogo e munição foram compartilhados em grupos de WhatsApp e Facebook contrários à ocupação que vem sendo realizada em determinados espaços da universidade contra a PEC 241. As imagens vazaram dos grupos fechados e rapidamente ganharam repercussão, principalmente após publicação no site da Seção Sindical dos Docentes da UFSM (Sedufsm).

Foto: Reprodução

Conforme a Polícia Federal, as ameaças não se confirmaram, mas os alunos envolvidos foram chamados para prestar esclarecimento do mesmo modo. Em um trecho transcrito da conversa, um dos envolvidos mencionou o uso de "arma de fogo para legítima defesa". Em outra postagem, projéteis foram fotografados e publicados em um grupo destinado à assembleia geral dos alunos da instituição. Relatos de testemunhas dão conta de que alguns membros dos grupos contrários à ocupação teriam circulado armados em carros pelas vias do campus da universidade.

Foto: Reprodução

Além disso, ainda na semana passada, alunos do curso de Ciências Contábeis ocuparam o prédio onde a graduação tem aulas justamente para evitar o fechamento das salas pelos colegas contrários à PEC. Na prática, eles fecharam as portas em antecipação ao movimento de ocupação que pretendia impedir o acesso de professores e alunos às atividades letivas. A notícia chegou a ganhar repercussão em sites de humor pelo caráter inusitado do protesto dos estudantes que queriam ter aulas. 

Como até agora não houve registro de boletim de ocorrência, é possível que o caso não vá adiante. 

Foto: Reprodução
Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade