2 eventos ao vivo

Celular impede homem de levar tiro no interior de São Paulo

25 ago 2014
13h20
atualizado às 13h45
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Bala parou no celular que a vítima carregava no bolso
Bala parou no celular que a vítima carregava no bolso
Foto: Talita Zaparolli / Especial para Terra

Um telefone celular impediu que um homem levasse um tiro na perna em Bauru, no interior de São Paulo. O projétil, provavelmente de revólver calibre 38, ficou alojado no aparelho, mas não chegou a ferir o homem.

De acordo com o boletim de ocorrência, o auxiliar de estoque Leandro Luis Vieira do Nascimento, de 26 anos, se envolveu em uma discussão com o cunhado da irmã dele, Edivaldo Ribeiro Sales, conhecido como Vadão. O crime aconteceu por volta das 20h30 deste domingo, no parque Santa Terezinha.

Durante a briga, que teria sido por motivos familiares, Leandro correu para o pátio de uma igreja evangélica, onde um culto era realizado, e foi seguido por Edivaldo. No local os dois se agrediram, o suspeito sacou uma arma e efetuou dois disparos. Um deles atingiu a mão esquerda da vítima e, o outro, o celular que estava no bolso da calça.

Na fuga o suspeito atirou na direção de um bar, mas ninguém foi atingido. Leandro foi socorrido pela viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Pronto-Socorro. Ele passa bem. 

Policiais militares fizeram buscas para tentar localizar o autor dos disparos, mas até a manhã desta segunda-feira ele não havia sido encontrado. A ocorrência foi registrada na Central de Polícia Judiciária (CPJ) como lesão corporal e disparo de arma de fogo. O celular da vítima foi apreendido. 

Veja também:

Senadora Simone Tebet (MDB-MS) defende representatividade mínima de 30% de mulheres na direção dos partidos
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade