0

Anonymous reivindica ataque a site da PM-RJ e convoca protestos

15 out 2013
00h17
atualizado às 00h33
  • separator
  • comentários

O site da Polícia Militar do Rio de Janeiro saiu do ar na noite desta segunda-feira. O grupo Anonymous Brasil assumiu a autoria da ação em seu perfil no Twitter. 

Na mesma sequência de postagens, um vídeo mostra o depoimento de um policial militar incriminando cinco colegas pela morte de Amarildo e outro convoca manifestações pela educação no dia 15 de outubro.

À 0h desta terça-feira, o site da Polícia Militar do Rio seguia fora do ar.  

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade