0

'Dr. Bumbum' tem perfis invadidos após morte de paciente

Denis Furtado, responsável por procedimento estético que matou bancária, tem recebido inúmeros comentários negativos nas redes sociais

17 jul 2018
18h27
atualizado em 18/7/2018 às 10h12
  • separator
  • comentários

Após virar foragido da Justiça, o médico Denis Furtado, conhecido no Rio de Janeiro como "Doutor Bumbum", teve suas redes sociais "invadidas" por usuários inconformados com a morte da bancária Lilian Jamberci. Os comentários nas postagens de seus perfis na internet - em um deles, inclusive, com mais de 650 mil seguidores - atacam o médico e questionam sua ética e honestidade por ter fugido da polícia. 

Em uma das postagens, uma mulher comenta: "Surreal a sua falta de ética e caráter, brincar com a vida das pessoas assim." Na mesma linha, um homem também questiona a integridade de Furtado e sua qualificação para realizar os procedimentos estéticos que vinha fazendo. "Chamar um sujeito desse de 'colega', ou 'doutor', é vergonhoso. É um picareta", disse. 

Denis Furtado,  o "Doutor Bumbum", está foragido desde a confirmação da morte de Lilian no domingo (15)
Denis Furtado, o "Doutor Bumbum", está foragido desde a confirmação da morte de Lilian no domingo (15)
Foto: Reprodução

Os comentários também se estenderam para as fotos de perfil. Com a mesma revolta, os usuários das redes sociais criticaram a aparência do médico. "A cara não nega, tem cara de picareta mesmo", disse um homem em uma selfie que Furtado fez dele mesmo. Uma mulher, na mesma foto, teve opinião parecida.  "Cara de picareta. Será que ninguém percebeu isso?", afirmou.

Outras publicações de Furtado estão repletas de respostas condenando suas ações e o chamando de "assassino", "foragido" e "vigarista". Alguns usuários até torcem por sua prisão. "Você não vai conseguir escapar da prisão", comenta uma mulher em uma das postagens do médico. "Dr. Denis, você vai pagar o preço por sua vaidade e por fazer mulheres de cobaias", diz outra pessoa.  Além disso, os comentários estão repletos de links para notícias vinculadas à morte da bancária Lilian e o mandado de prisão emitido pela 1ª Vara Criminal da Rio de Janeiro.

O caso

No último sábado (14), a bancária Lilian Jamberci saiu de Cuiabá (MT), onde residia, para ir até o Rio de Janeiro (RJ)  fazer um procedimento nos glúteos com o médico Denis Furtado. A ação estética foi realizada no mesmo dia, na cobertura de um apartamento na Barra da Tijuca, na zona oeste da capital carioca.

Furtado já teve passagem pela polícia e responde por dez inquéritos
Furtado já teve passagem pela polícia e responde por dez inquéritos
Foto: Reprodução

Lilian teria passado mal durante o procedimento, e Furtado a teria levado para o hospital mais próximo da residência. Já sob cuidados no pronto-socorro, os médicos do local tentaram melhorar o quadro de saúde da bancária, que não resistiu. Ela faleceu na madrugada do domingo (15). 

Após a confirmação do óbito, um policial civil foi até o endereço de trabalho de Furtado e o encontrou no local. O oficial deferiu prisão para o médico, que fugiu de carro no ato. Desde esse momento, ele nunca mais foi visto e encontra-se foragido. Sua namorada, Renata Fernandes, que estava no dia da operação mal sucedida de Lilian, foi presa e está na 16ª Delegacia Policial do Rio de Janeiro.

Furtado já teve passagem pela polícia e responde por dez inquéritos, sendo um deles por homícidio. 

Veja também:

 

Fonte: Equipe portal

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade