1 evento ao vivo

Haddad agradece apoio a Dilma e diz que quer atuar junto com governo federal

Yara AquinoRepórter da AgênciaBrasília - O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, se encontrou hoje (29) com a presidenta Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, para agradecer o empenho da presidenta na campanha por sua eleição e iniciar o diálogo para uma rotina de atuação conjunta entre a prefeitura e a União. Segundo Haddad, esse diálogo pode ser feito com a formação de um grupo de trabalho e a renegociação da dívida de São Paulo. Além disso, investimentos federais no estado estão entre os assuntos prioritários.''Agimos sem perder tempo, assim como vamos estabelecer com o governo Kassab Gilberto Kassab, atual prefeito de São Paulo uma transição de alto nível que possa trocar informações, quero promover esse mesmo tipo de interlocução com o governo federal. Pode ser muito proveitoso que já haja um grupo de trabalho discutindo também as parcerias que foram anunciadas", disse Haddad.Durante a campanha, a presidenta Dilma participou de dois comícios de Haddad. Perguntado se o apoio de Dilma foi fundamental para sua eleição, o prefeito eleito respondeu que todo o apoio é fundamental. ''Lula ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma são figuras centrais no cenário político nacional'', destacou. Sobre o papel de Lula na gestão à frente da prefeitura da capital paulistana, Haddad disse que o ex-presidente ''é um conselheiro''.Sobre a passagem de governo na prefeitura, ele informou que Antônio Donato, coordenador de sua campanha eleitoral irá coordenar também a equipe de transição que deve ser formada pelos mesmos integrantes de sua campanha. O anúncio de secretários de governo, segundo ele, será feito apenas depois do estudo e discussão do organograma da prefeitura.Acompanhado da mulher, Haddad relatou que a conversa com a presidenta Dilma também serviu para ''matar saudades''. Haddad disse que nos próximos dias irá descansar e na outra semana semana inicia o trabalho de transição de governo.Do Palácio do Planalto, ele seguiu para o Ministério da Educação para reencontrar e agradecer a equipe que chefiou enquanto foi ministro da Educação. ''Uma parte do êxito que logrei em São Paulo tem muito a ver com o que os professores e professoras do Brasil conseguiram durante minha gestão'', avaliou.Com a vitória de Haddad,o PT retoma o comando da maior cidade do Brasil interrompendo um ciclo em que a capital paulistana foi comandada pela dobradinha PSDB e Democratas (DEM). No primeiro discurso após o resultado das urnas, na noite de ontem (28), ele disse que pretende fazer parcerias com o governos federal, estadual e com empresas privadas, além de investir em serviços essenciais, como saúde, transporte, educação e habitação.Edição: Talita Cavalcante

Agência Brasil Agência Brasil
publicidade