0

Desmatamento da Amazônia em abril é o maior em 10 anos

Avanço da destruição da floresta ocorre durante pico da pandemia

19 mai 2020
10h31
atualizado às 10h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O desmatamento da Amazônia no mês de abril foi o maior dos últimos 10 anos, com 529 quilômetros quadrados de área destruída, informou o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) nesta segunda-feira (18).

Usando os dados do Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD), o estudo mostrou que houve um aumento de 171% na área desmatada na comparação com o mês de abril de 2019, sendo que 32% dos casos estão localizados no estado do Pará.

Agente do Instituto Chico Mendes passa por árvores queimadas na Amazônia
15/09/2019
REUTERS/Ricardo Moraes
Agente do Instituto Chico Mendes passa por árvores queimadas na Amazônia 15/09/2019 REUTERS/Ricardo Moraes
Foto: Reuters

Na sequência, Mato Grosso respondeu por 26% do desmatamento registrado no mês, Rondônia por 19% e Amazonas por 18%. O avanço na destruição da floresta ocorre, justamente, no momento em que a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) atinge seus números mais altos no país e que há o temor que a doença dizime comunidades indígenas que vivem por todo o norte do país. Desde o início do ano, já foram desmatados 1.073km2 de mata nativa.

Veja também:

Trump exige prisão de manifestantes; países rivais acusam EUA de 'hipocrisia'
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade