2 eventos ao vivo

SP: cerca de 5 mil pessoas protestam pacificamente em Araçatuba

Marcha percorreu as principais ruas do centro da cidade sem confrontos com a polícia, que acompanhou a manifestação

18 jun 2013
23h04
atualizado às 23h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Cerca de 5 mil pessoas saíram às ruas na noite desta terça-feira em Araçatuba (SP)  para protestar no ato público intitulado Vem Pra Rua. O ato, marcado pelas redes sociais, foi em apoio aos manifestantes da capital paulista. O protesto terminou às 21h. Não houve incidentes entre os manifestantes e a Polícia Militar.

Veja a cronologia e mais detalhes sobre os protestos em SP

Apenas dois momentos de tensão foram registrados quando a PM fez dois bloqueios para evitar que os manifestantes protestassem ou tentassem invadir os prédios da Prefeitura Municipal e da Câmara dos Vereadores.

A concentração teve início por volta das 18h no cruzamento de duas importantes avenidas da cidade – Brasília e Pompeu de Toledo - que foram interditadas. Com cartazes e faixas, o ato teve presença desde crianças segurando cartazes a madames com cãezinhos de raça no colo.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) também enviou dezenas de representantes que carregaram faixas pedindo a reforma a agrária. Alguns políticos caminharam junto aos manifestantes. Um deles, ao ser notado, acabou saindo discretamente do meio da multidão. Um trio elétrico dava o tom para a multidão, que cantava e gritava palavras de ordem.

Saindo do cruzamento, os manifestantes caminharam pela avenida Brasília em direção ao prédio da Prefeitura. A ideia era protestar contra o prefeito Cido Sério (PT) por obras atrasadas. Mas, ao tomar conhecimento do objetivo da massa, a PM colocou dezenas de homens em fila para bloquear a avenida e impedir que o protesto chegasse até a frente da prefeitura. “Não queremos violência”, disse um oficiais que coordenava os PMs.

Houve um início de tumulto quando a multidão foi impedida de seguir até a prefeitura. Depois de uma negociação com a PM, os organizadores conseguiram liberação do bloqueio, desde que não fossem para frente da prefeitura. Assim, os manifestantes subiram a avenida Brasília em direção ao centro.

Depois de caminharem mais 1,5 quilômetros, os manifestantes chegaram a praça Rui Barbosa, a principal de Araçatuba, que deveria estar passando por reformas, mas se encontra fechada por tapumes. Muitos manifestantes gritaram contra o abandono do patrimônio.

Os manifestantes passaram pelas ruas laterais da praça e seguiram em direção à Câmara Municipal onde, novamente, encontraram outro bloqueio da polícia. Desta vez, não teve acordo e quase houve confronto com um grupo de 10 jovens que insistiam em tentar entrar no prédio da Câmara. Impedidos de seguir adiante, os manifestantes recuaram e depois da correria, decidiram encerrar o ato, dando início a uma dispersão pela rua Osvaldo Cruz e imediações, no centro.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade