PUBLICIDADE

Radialista é preso após criticar ação da BM em assalto milionário em Caxias do Sul

Comunicador é detido por desacato após ofensas à Brigada Militar durante programa de rádio

24 jun 2024 - 10h33
Compartilhar
Exibir comentários

Um radialista de 57 anos foi preso por desacato à Brigada Militar (BM) após fazer comentários ofensivos sobre a atuação dos policiais no assalto milionário ocorrido na quarta-feira (19) no aeroporto de Caxias do Sul. A detenção ocorreu na sexta-feira (21) em Cruz Alta.

Foto: Canva / Porto Alegre 24 horas

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 14h50 da sexta-feira, o radialista fez declarações altamente ofensivas ao vivo, durante um programa de rádio em Cruz Alta. Ele descreveu os policiais como covardes e incapazes durante a tentativa de assalto em Caxias do Sul, onde um policial foi fatalmente ferido. Esses comentários foram considerados inflamatórios e distorceram a imagem da instituição policial.

Os comentários do comunicador foram feitos durante uma intensa troca de tiros entre criminosos armados e policiais da BM. Ele sugeriu que os policiais só são eficazes contra cidadãos desarmados, questionando sua coragem e habilidades no enfrentamento de criminosos. As declarações causaram indignação e repúdio entre os ouvintes e a comunidade policial, especialmente considerando que um policial perdeu a vida no incidente.

Além de menosprezar a função dos policiais, o radialista pareceu apoiar indiretamente os criminosos envolvidos no assalto, levantando preocupações sobre sua responsabilidade ao usar um meio de comunicação poderoso como o rádio. Seus comentários não apenas insultaram os policiais, mas também podem ter influenciado negativamente a percepção pública sobre a BM, uma instituição com 200 anos de serviço à comunidade.

O radialista preso já tinha duas passagens policiais por injúria e uma por apropriação indébita.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade