PUBLICIDADE

Polícia encontra arsenal em casa de empresário em SC

Agentes da Polícia Civil realizaram uma operação contra a lavagem de dinheiro relacionada ao tráfico de drogas em Blumenau

19 fev 2024 - 16h02
(atualizado às 17h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu um empresário detentor de uma empresa de motos em Blumenau que estava envolvido em um esquema de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, com a apreensão total de 25 armas de fogo na operação.
Foto: Divulgação/Polícia Civil de Santa Catarina

O dono de uma empresa de motos, que presta serviços de peças, revenda, oficina e acessórios em Blumenau (SC), foi preso em flagrante com um arsenal de armas de fogo durante uma operação da Polícia Civil de Santa Catarina, na última sexta-feira, 16. Ao todo, foram cumpridos ainda três mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão, culminando em 25 armas apreendidas.

Os investigados não tiveram suas identidades reveladas pela polícia. Segundo a corporação, eles são apontados como líderes do tráfico de drogas em Blumenau.

As investigações se intensificaram desde 2017, quando foi preso um homem apontado como um dos líderes do tráfico de drogas do Morro Dona Edith, no bairro Velha Grande, na cidade catarinense. A partir de então, a polícia passou a se concentrar no esquema de lavagem de dinheiro relacionado ao tráfico.

Durante o período analisado, apurou-se uma movimentação financeira superior a R$ 1 milhão, através de depósitos fracionados, totalmente incompatível com a renda declarada. Paralelo a isso, a empresa de motos também passou a ser investigada por suspeita de lavar o dinheiro do tráfico.

Em análise contábil, verificou-se que somente a empresa movimentou mais de R$ 23 milhões de reais. O representante da empresa, alvo de busca e apreensão, movimentou em sua conta de pessoa física mais de R$ 5 milhões.

Na residência e na loja do empresário, um verdadeiro arsenal foi localizado. A posse de armas de fogo em nome de terceiros, bem como a manutenção de uma máquina de recarga de munição sem autorização legal, resultou na sua prisão em flagrante.

Já na casa de um dos outros investigados, a polícia encontrou três armas de fogo com registro vigente, entre elas um fuzil. Os armamentos também foram recolhidos.

A Polícia Federal e o Exército Brasileiro serão comunicados para adoção de medidas administrativas cabíveis sobre a cassação do Certificado de Registro de Arma de Fogo.

O Poder Judiciário, a pedido da Polícia Civil, ainda decretou o bloqueio de contas bancárias e sequestro/indisponibilidade de dois veículos e de dois imóveis. Na Delegacia de Polícia, os presos ficaram em silêncio. Eles foram encaminhados ao Presídio Regional de Blumenau, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade