PUBLICIDADE

Visibilidade trans: ong realiza show de Urias e mesa com secretária dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+

Programação aborda ainda empregabilidade trans e prepara roda de samba e encontro de literatura

29 jan 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Cantora Urias é um dos destaques da programação da VII Semana da Visibilidade Trans
Cantora Urias é um dos destaques da programação da VII Semana da Visibilidade Trans
Foto: Reprodução/Instagram/@urias

A cantora Urias é uma das atrações da VII Semana de Visibilidade Trans da Casa 1, um centro de acolhida e cultura LGBTQIAPN+ de São Paulo. A apresentação acontece no dia 29 e conta ainda com discotecagem de Miss Tacacá

Com curadoria da cantora Candy Mel e o tema “O Futuro Depois da Visibilidade”, as atividades gratuitas acontecem entre os dias 29 de janeiro e 4 de fevereiro no Galpão Casa, localizado no bairro do Bixiga. 

Quem é Urias, cantora que vem conquistando os festivais Quem é Urias, cantora que vem conquistando os festivais

”O futuro depois da visibilidade é sobre sonhos. Sobre tirarmos do papel o que é pautado pelo Dia da Visibilidade Trans/Travesti no Brasil. É sobre alcançarmos para além das vistas, o fim da violência contra nossos corpos. Sobre oportunidades girando durante todo o ano. E isso vai além de só olharmos para as necessidades da comunidade num dia e formato específico. Este tema nos provoca também a assumirmos um compromisso frente ao amanhã, frente a construção de futuro (que já está acontecendo) onde poderemos celebrar nossas vidas, experiências, saúde, afetos e carreiras com segurança, evolução e continuidade”, diz Mel. 

Nos dias 30 e 31, o espaço recebe a mesa sobre empregabilidade trans com o influenciador e apresentador do "Queer Eye Brasil", Luca Scarpelli, e o empresário e ativista Ariel Nobre e a mesa sobre literatura com o jornalista Caê Vasconcelos e o influenciador Jonas Maria

Já o dia 01 de fevereiro traz a potente mesa “O Futuro depois da Visibilidade” com mediação da curadora e participações da ativista independente Neon Cunha e da secretária nacional dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+ do Ministério dos Direitos Humanos Symmy Larrat.

Encerrando a programação, nos dias 03 e 04,  Magô, Levy e Uarê realizam oficinas de beleza, costura e cozinha, além da Feira de Pequenes Produtores Trans com direito à roda de samba com Ayô Tupinambá

“Todas as escolhas foram feitas com muito cuidado para trazer à memória as potências e um vislumbre possível de um futuro melhor. E este é o futuro que desejamos: de vida, histórias, oportunidades plurais e arte”, completa Mel.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade