PUBLICIDADE

Neymar enviou R$ 800 mil a Daniel Alves para ajudar a reduzir pena, diz site

Ex-jogador é acusado de assédio sexual na Espanha e está preso há quase um ano

9 jan 2024 - 12h14
(atualizado às 14h43)
Compartilhar
Exibir comentários
O julgamento do ex-lateral Daniel Alves está previsto para acontecer entre os dias 4 e 7 de fevereiro
O julgamento do ex-lateral Daniel Alves está previsto para acontecer entre os dias 4 e 7 de fevereiro
Foto: Lance!

Daniel Alves está preso em Barcelona, na Espanha, acusado de assédio sexual. O caso corre na Justiça há quase um ano e o ex-jogador não tem acesso aos seus bens, que foram todos bloqueados. Com isso, o ex-lateral pediu ajuda financeira e jurídica a Neymar e sua família. A informação é do portal "UOL".

Caso Daniel Alves: mãe do ex-jogador expõe mulher que acusa seu filho de estupro Caso Daniel Alves: mãe do ex-jogador expõe mulher que acusa seu filho de estupro

O valor que teria sido emprestado pelo camisa 10 do Al-Hilal seria de 150 mil euros - cerca de R$ 800 mil -, usados para o pagamento de uma multa. A quitação dessa dívida pode reduzir a pena de Dani Alves, em caso de condenação.

Além da ajuda financeira, o ex-jogador teria colocado Gustavo Xisto como procurador oficial. O advogado é figura antiga na equipe jurídica das empresas do pai de Neymar. Após essa ação, Alves destituiu Dinorah Santana, sua ex-mulher, do controle de seu patrimônio.

Daniel Alves é acusado de assédio sexual contra uma jovem de 23 anos, em uma boate em Barcelona. O caso já sofreu inúmeras reviravoltas, com trocas de advogados e versões diferentes por parte do brasileiro. O julgamento do ex-lateral está previsto para acontecer entre os dias 4 e 7 de fevereiro.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade