PUBLICIDADE

Ministério Público de Barcelona decide recorrer da sentença de Daniel Alves

O ex-jogador foi condenado a quatro anos e meio de prisão por estupro

1 mar 2024 - 15h03
(atualizado às 16h31)
Compartilhar
Exibir comentários
A intenção da procuradoria é aumentar a pena imposta ao atleta
A intenção da procuradoria é aumentar a pena imposta ao atleta
Foto: Lance!

O Ministério Público de Barcelona vai recorrer da sentença dada para Daniel Alves. A intenção da procuradoria é aumentar a pena imposta ao atleta. A informação é da agência de notícias "AFP".

O Daniel Alves foi sentenciado a quatro anos e seis meses de prisão por agressão sexual de uma jovem de 24 anos, de identidade não divulgada, em caso ocorrido no final de 2022, na Catalunha.

Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão

O entendimento do Ministério Público do país é que os 150 mil euros (R$ 805 mil na cotação atual) pagos de forma antecipada pela família de Neymar não devem ser levados como atenuantes para amenizar a pena.

Segundo a sentença, o tribunal aplicou ao jogador uma circunstância atenuante de reparação do dano ao considerar que "antes do julgamento, a defesa depositou na conta do tribunal a quantia de 150 mil euros para ser entregue à vítima independentemente do resultado do julgamento, e esse fato expressa, segundo o tribunal, 'uma vontade reparadora'".

Pelo lado da defesa, outro requerimento também deve surgir. Isso porque o lado de Daniel Alves afirma que o atleta é inocente e busca a absolvição.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade