PUBLICIDADE

Klara Castanho fala sobre trauma após abuso sexual e exposição: "Extremamente vulnerável"

Após o crime, Klara Castanho descobriu que engravidou apenas 1 mês antes de dar à luz

8 fev 2024 - 17h13
(atualizado às 17h21)
Compartilhar
Exibir comentários
"Temos um longo caminho como sociedade para respeitar nossas meninas e mulheres", disse Klara Castanho
"Temos um longo caminho como sociedade para respeitar nossas meninas e mulheres", disse Klara Castanho
Foto: Mais Novela

A atriz Klara Castanho é a capa de fevereiro da revista Glamour e decidiu abrir coração após ser vítima de violência sexual e dar o bebê para a adoção.

"Stealthing" e outros atos que podem configurar estupro "Stealthing" e outros atos que podem configurar estupro

"Não foi minha decisão contar nada, nunca quis que ninguém soubesse. Achei que poderia levar para o caixão toda aquela dor e, quando fui exposta, me senti extremamente vulnerável ", disse à Glamour.

''Levei pelo menos um ano para digerir não só o momento fatídico e a consequência física dele, mas a exposição. Quando minha privacidade foi invadida, não sabia onde me apoiar em mim mesma. Eu tinha minha família, tinha uma equipe profissional, um time jurídico, mas estava desamparada em mim. Eu não dormia, meus pais não dormiam. A gente chorava junto dois dias e dormia um, porque não tivemos tempo de assimilar. Nunca vamos nos acostumar com a ideia do que aconteceu", acrescentou sobre o abuso sexual e a exposição sobre o caso.

Decisão

"Senti na pele o que é ser questionada por tomar uma decisão, o que é ser extremamente julgada por ter uma opinião. Temos um longo caminho como sociedade para respeitar nossas meninas e mulheres. Se a situação não é com a gente, a gente não tem que entender a decisão, apenas respeitar'', refletiu ela.

 

Mais Novela
Compartilhar
Publicidade
Publicidade