PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Influenciadora trans rebate comentários sobre reverter transição após batismo em igreja

Suellen Carey mora em Londres e se batizou em fevereiro. Após o evento, ela passou a receber comentários preconceituosos

12 abr 2024 - 10h53
(atualizado às 10h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A influencer trans Suellen Carey foi batizada em uma igreja evangélica e desde então tem recebido críticas por ser uma mulher trans cristã.
Suellen Carey foi batizada em fevereiro e destacou que não precisa mudar para satisfazer as expectativas alheias
Suellen Carey foi batizada em fevereiro e destacou que não precisa mudar para satisfazer as expectativas alheias
Foto: Reprodução: Instagram/suellencarey.uk

A influencer trans Suellen Carey, que atualmente mora em Londres, foi batizada em uma igreja evangélica no início deste ano. O evento atraiu críticas negativas para Suellen, que passou a enfrentar comentários preconceituosos por ser uma mulher trans cristã. 

Suellen abordou o assunto em um vídeo publicado no Instagram, respondendo um seguidor que questionou se ela iria reverter a transição. “Não vou, respeito quem faz essa escolha, mas o meu batismo não significa que eu tenho que me destransicionar, porque Deus me ama tal como eu sou”, afirmou a influenciadora.

5 igrejas evangélicas no Brasil que acolhem pessoas LGBTQIA+ 5 igrejas evangélicas no Brasil que acolhem pessoas LGBTQIA+

“Ele [Deus] já me provou diversas vezes que está na minha vida sendo quem eu sou. Então, eu não vou destransicionar, porque a fé está dentro de mim. Eu sou feliz assim e vou continuar sendo assim”, continuou.

Na legenda da postagem, Suellen escreveu um desabafo, mencionando que desde o batismo tem enfrentado esses tipos de comentários com mais frequência. “Gostaria de deixar claro que eu não pretendo fazer esse procedimento, e que ter me batizado na igreja evangélica não significa que eu tenha de o fazer”, escreveu. 

Em seguida, a influenciadora enfatizou que não vai mudar para atender as expectativas alheias. “Minha fé me diz que Deus me aceita como eu sou, que eu não preciso mudar o meu corpo, que é criação de Deus, apenas para satisfazer uma estética visual para pessoas que acreditam nisso. A fé salva, mas também nos liberta de amarras como essas, criadas por homens para satisfazer outros homens”, completou.

Batizada em fevereiro, Suellen se mostrou emocionada em um vídeo postado no dia 11, expressando que, embora não tenha ido para Londres com esse objetivo, agora compreende seu verdadeiro propósito. “Muitas pessoas me disseram que eu jamais poderia me batizar, assim como muitos outros me falaram que era possível já que o batismo é sobre crer e eu creio”, escreveu.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
Publicidade
Publicidade