PUBLICIDADE

Avô é preso por suspeita de estuprar neta para ‘curá-la’ de sua orientação sexual em MG

Suspeito se apresentava como líder espiritual, e forçava os abusos mediante ameaça à vítima

13 abr 2024 - 11h40
(atualizado às 13h42)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um homem de 57 anos foi preso em Uberlândia (MG) por suspeita de estuprar a neta para ‘curá-la’ de sua orientação sexual. Ele se apresentava como líder espiritual e obrigada forçava o ato com a adolescente mediante ameaça.
Polícia Civil de Minas Gerais
Polícia Civil de Minas Gerais
Foto: Reprodução/Agência Minas Gerais

Um homem de 57 anos foi preso em Uberlândia (MG), nesta sexta-feira, 12, por suspeita de estuprar a neta para ‘curá-la’ de sua orientação sexual. A investigação apurou que o crime ocorreu entre 2022 e 2023, e foi denunciado pela mãe da adolescente, que hoje tem 17 anos. 

De acordo com a Polícia Civil, a mãe da vítima procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) após descobrir os abusos. O avô se identifica como líder espiritual e prometia ‘curar a orientação sexual’ dela, mas que isso só seria possível mediante os abusos.

Para forçá-la ao ato, ele a ameaçava, dizendo que se ela não o fizesse seria acometida por um câncer, ou então, algum mal atingiria um familiar da vítima. “O homem também oferecia cigarros e bebida alcoólica à adolescente, caso ela não cedesse”, afirmou a delegada Daniela Novais Santana. 

Um inquérito policial foi instaurado e foi pedida a prisão do homem. Ele foi preso em sua casa, no bairro Gávea, e não resistiu à prisão. Ele foi conduzido para a delegacia e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade