PUBLICIDADE

16 lugares com entrada gratuita para pessoas com deficiência

Do MASP à Sapucaí, esses passeios não custam nada e incentivam a inclusão

6 abr 2022 - 11h45
(atualizado em 13/4/2022 às 14h55)
Compartilhar

A pessoa com deficiência tem o direito de ser integrada na sociedade em diversos meios sociais, inclusive nos espaços de lazer. Além de garantir a mobilidade adequada para esse público, alguns espaços oferecem também acesso gratuito. A maioria pede a apresentação de laudo comprovatório na entrada, mas é importante se informar previamente antes de sair de casa. Confira algumas sugestões:

Entrada franca:

  • MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) - São Paulo/SP

Levar o laudo na bilheteria do museu para a liberação.

É possível conseguir a gratuidade até nos ingressos digitais, “comprados” na bilheteria online indicada em cada exposição. Levar o laudo para comprovação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação e RG.

O Passaporte Kelly permite entrada gratuita para pessoas com autismo, síndromes e doenças neurológicas raras. No dia da visita, o cliente deverá apresentar carteirinha/laudo/atestado de frequência que ateste a deficiência, documento de identificação como cartão de benefício de prestação continuada da assistência social, Passaporte de Entrada (Ingresso E-ticket) e o documento original de identidade ou certidão de nascimento. O Passaporte Kelly tem quantidades limitadas por dia, por isso a emissão precisa ser feita com antecedência.

Levar o laudo na bilheteria para a liberação.

O torcedor precisa chegar cedo ao estádio para garantir a gratuidade. Porém, os acompanhantes não possuem o mesmo benefício, apenas acompanhantes de pessoas com deficiência visual.

  • Sambódromo da Marquês de Sapucaí - Rio de Janeiro/RJ

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD), em parceria com a Riotur, promove o cadastro para a entrega gratuita de convites destinados às pessoas com deficiência para o Setor 13 da Sapucaí. Os interessados devem comparecer nas datas previamente divulgadas pelo site da Prefeitura com documentos necessários (RG e laudo ou Carteira de Identidade PCD) e escolher o dia desejado. Além disso, possui direito a um acompanhante.

Outras iniciativas:

A ONG ADAPTSURF é uma associação sem fins lucrativos, que promove a inclusão e integração social das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, garantindo igualdade de oportunidades e acesso ao lazer, esporte e cultura, através do contato direto com a natureza.

O projeto Praia para Todos foi criado em 2009 pelo Instituto Novo Ser com o objetivo de promover a acessibilidade das praias cariocas às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, oferecendo inclusão social através do esporte e lazer.

Com entrada gratuita, o parque abriga a quarta maior floresta urbana do mundo. A trilha “Caminho Dom Pedro Augusto”, é acessível para cadeiras de rodas e há placas informativas em braile para auxiliar quem possui deficiência visual.

  • CPTM e Metrô - São Paulo/SP

Ambos concedem a gratuidade com os cartões BOM Especial e Bilhete Único Especial, que devem ser solicitados online e com comprovação de laudos e exames.

Programa do governo federal que garante às pessoas carentes com deficiência a gratuidade no transporte coletivo interestadual.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra