PUBLICIDADE

Sky Caravan faz viagens espaciais entre Agostinho Carrara e mafagafos

Podcast Controles Voadores apresenta o carismático RPG de texto do Studio Bravarda

17 mai 2022 16h35
| atualizado às 16h36
ver comentários
Publicidade
Sky Caravan é um RPG indie com gostinho brasileiro
Sky Caravan é um RPG indie com gostinho brasileiro
Foto: Studio Bravada / Divulgação

Você é o comandante de uma nave que realiza entregas pelas Rotas Celestes e precisa quitar sua dívida com um agiota espacial. Seu piloto é um típico malandro brasileiro no pique de Agostinho Carrara, sua engenheira é uma ciborgue com braço mecânico que arruma todo e qualquer tipo de máquina e seu cozinheiro é um tamanduá gigante e passional sobre sua comida e outras espécies animais. 

Sky Caravan junta esse cenário com um RPG de texto com personagens carismáticos, escolhas que fazem a diferença, muitas possibilidades de finais e uma arte incrível com muita personalidade.

O jogo até pode ser a estreia do Studio Bravarda, mas a equipe de cinco designers e um programador está junta desde os tempos de faculdade. Foi nos corredores da PUC Rio, inclusive, que Yann Lemos e Nicolas Leme fundaram a Rio Puc Games (hoje Prisma Game Lab), um “estúdio-laboratório” para que os estudantes pudessem exercitar na prática o desenvolvimento de jogos.

Além dessa preocupação no desenvolvimento de novos devs, o estúdio tem como lema “jogos indies com sabores brasileiros”, motivação que veio depois de uma resposta patética recebida em uma palestra sobre gamedev em que o palestrante falou algo como “jogo do saci não dá dinheiro”.

Vamos contar histórias que só nós conseguimos contar. A quantidade de história que dá pra fazer além do Saci se você tirar o instinto de vira-lata do desenvolvedor brasileiro é incrível”, disse Yann durante o nono episódio do podcast. Confira a conversa inteira:

Com essa ideia em mente, pensaram logo de cara em Terra Pulse, projeto “principal” do Bravarda, um metroidvania top-down em que a protagonista utiliza golpes de capoeira e armas feitas com gambiarras para desbravar as ruínas de um Rio de Janeiro pós-apocalíptico.

Após alguns bons tempos de desenvolvimento do jogo, os devs resolveram criar um “projeto menor”, mais rápido, para que pudessem ter a experiência de finalizar e publicar um jogo por eles mesmos - e também dar um tempinho de Terra Pulse. Esse “projeto menor” é Sky Caravan, que no início era pra ser finalizado em seis meses, mas como todo bom jogo independente, acabou crescendo de escopo e o lançamento rolou agora a quase um ano do início.

A aventura espacial se inspirou em outros jogos como Reigns (Nerial), The Life and Suffering of Sir Brante (Sever Studio), Yes, Your Grace (No More Robots), Suzerain (Torpor Games) e 80 Days, da Inkle. O último, inclusive, rendeu também o INK, script feito pela Inkle que conseguiu adicionar uma camadinha a mais de complexidade e desmembramento de narrativas pro Sky Caravan.

Cenário do RPG brasileiro Sky Caravan
Cenário do RPG brasileiro Sky Caravan
Foto: Studio Bravada / Divulgação

Agora, depois do lançamento do seu primeiro jogo, o Bravarda ainda pensa em mais um projetinho intermediário antes de voltar de vez para o Terra Pulse - que segue em desenvolvimento na parte de negócios, procurando parceiros e publishers. E a ideia de Yann e Nicolas é aumentar a equipe pensando em todas as visões possíveis que o estúdio precisa suprir.

Que outras coisas a gente não tá vendo aqui? Ainda mais porque queremos falar de narrativas brasileiras, não tem como fazer isso sem ter mais gente do nordeste, sem ter mais gente preta, LGBTQIA+. Se a gente quer contar todas as histórias ou investir em histórias diferentes, temos que ter mais pessoas e vozes diferentes das que já tem”, completou Yann.

Agora com Sky Caravan lançado, assim que possível também vai rolar um texto sobre o jogo completo por aqui.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade