PUBLICIDADE

La Casa de Papel: Coreia - Tudo o que você precisa saber

Remake da popular série espanhola estreou na Netflix com 6 episódios

1 jul 2022 - 09h43
Ver comentários
Foto: Divulgação

La Casa de Papel: Coreia estreou na plataforma de streaming Netflix com seis episódios, mas afinal do que se trata essa nova produção e qual a sua relação com a série espanhola que conquistou o Brasil e chegou ao final em 2021 com um total de cinco temporadas?

A versão coreana não é uma sequência ou um derivado da série original, mas sim um remake com a mesma narrativa e personagens, porém adaptados para as culturas e universos das Coreias do Norte e Sul.

Para te deixar por dentro da série, Game On traz tudo o que você precisa saber, confira!

Coreias Unificadas

A série se passa em 2025, quando é anunciado uma unificação das Coreias do Norte e do Sul, trazendo vantagens e também vários problemas políticos e sociais para o povo. Nesta nova ordem é estabelecida uma Área de Economia Conjunta, junto com a Casa da Moeda da Coreia Unificada.

É neste contexto que surge o Professor, um homem misterioso extremamente inteligente e estrategista, que planeja assaltar a Casa da Moeda da Coreia Unificada.

Mas a operação é complexa e o Professor vai precisar de ajuda, para isso ele recruta oito pessoas com diferentes características e habilidades, que vão seguir o seu plano meticuloso, lidar com os reféns presos lá dentro, com a polícia das Coreias do Sul e Norte, além de enfrentar situações inusitadas.

Máscara Hahoe

Foto: Divulgação

Na série espanhola os ladrões escondiam sua identidade usando uma máscara de Salvador Dalí, um pintor espanhol surrealista, conhecido por sua paixão pelo luxo e atitudes e realizações extravagantes destinadas a chamar a atenção.

Os assaltantes da versão coreana também usam uma máscara que reflete sua condição cultural, conhecidas como máscaras Hahoe, que começaram a ser usadas no século XII em cerimônias de dança e teatro.

Existem diferentes tipos de máscaras Hahoe que refletem as principais classes sociais da época. A máscara utilizada pela equipe coreana é a "Yangban", que representa um nobre ou a elite coreana da época, figura que era ridicularizada nas apresentações tradicionais.

As máscaras são bem conhecidas e representam uma parte importante da cultura da Coreia do Sul, sendo inclusive nomeadas como tesouro nacional no país.

Personagens

Os personagens são os mesmos da versão espanhola, com algumas leves diferenças nas personalidades, mas que de maneira geral acabam tendo o mesmo comportamento. Confira abaixo os personagens principais:

Professor

Foto: Divulgação

O líder do grupo de ladrões e a mente por trás de todo o elaborado plano de assalto na Casa da Moeda das Coreias Unificadas. Ele é interpretado pelo ator Yoo Ji-tae, que também utiliza um óculos assim como a sua contraparte espanhola. Mas diferente da versão espanhola, esse Professor não arquitetou os planos utilizando histórias de um pai moribundo, tendo outras motivações para tal.

Tóquio

Foto: Divulgação

Interpretada pela atriz Jeon Jong-seo, essa Tóquio também é a narradora da história, assim como a original. Ela veio da Coreia do Norte e possui treinamento militar, e é procurada por cometer assaltos e assassinatos de agiotas, que extorquiam desertores norte-coreanos. Ela é bem mais séria do que a versão espanhola (nada de namoricos com colegas), apesar de ser uma grande fã do grupo BTS. Ela segue fielmente as ordens do Professor e é o seu braço direito.

Berlim

Foto: Divulgação

No original Berlim é meio-irmão do Professor, mas aqui os dois não possuem parentesco nenhum. Ele é um ex-prisioneiro norte-coreano, que passou 25 anos em um campo e concentração. Ele é um homem violento e arrogante e tende a usar o medo para controlar os reféns, método não aprovado pelo Professor. Berlim é interpretado por Park Hae-soo, que também pode ser visto em Round 6 como o jogador 218.

Nairóbi

Foto: Divulgação

Nairóbi é interpretada pela atriz e modelo Jang Yoon-ju, e assim como a versão original, ela é uma golpista especialista em falsificação de dinheiro. A versão coreana também traz uma personagem mais leve e divertida, que está sempre fazendo piada.

Moscou

Foto: Divulgação

Um ex-presidiário que criou seu filho Denver sozinho, depois que sua esposa o deixou. O Professor o recrutou por sua experiência em mineração, e assim como o personagem original, aceitou o convite com o sonho de deixar a vida do crime ao lado do filho.

Denver

Foto: Divulgação

Denver é o filho de Moscou, interpretado pela galã de comédia românticas coreanas Kim Ji-hoon. Ele gosta de lutar, mas não é muito inteligente e possui uma personalidade carismática. Assim como no original, acaba se apaixonando por uma das reféns.

Rio

Foto: Divulgação

Representando o nosso Rio de Janeiro temos o ator e cantor Lee Hyun-woo, que faz o integrante mais jovem do grupo e também o especialista em tecnologia e um habilidoso hacker. Ele é filho de uma família rica que abandonou a faculdade de medicina. Ela revela interesse por Tóquio, que não dá muita bola para ele - mas isso pode mudar futuramente.

Helsinki e Oslo

Foto: Divulgação

Os irmãos Helsinki e Oslo formam um dupla de grandalhões interessante, mas infelizmente atuam por enquanto apenas como coadjuvantes da trama, sem grandes desenvolvimentos na história.

Arturito

Foto: Divulgação

O infame e detestável Arturito também ganhou uma versão coreana, interpretado por Park Myung-hoon, que esteve no filme Parasita como o personagem Geun Se. Seu nome aqui é Jo Youngmin, sendo ele o diretor da Casa da Moeda, e assim como no original, ele possui um caso extraconjugal com a sua secretária (que está grávida dele). Assim como Arturo, ele só se preocupa com a sua própria segurança e desconsidera o bem-estar dos outros.

Inspetora

Foto: Divulgação

Assim como na versão espanhola, temos uma inspetora coreana chamada Seon Woo-jin, que será a responsável pela negociação com o grupo de assaltantes, além de lidar com dilemas pessoais com a mãe, a filha e o ex-marido. E se não bastasse, ela arranja um namorado, que na verdade é o Professor, que se aproximou dela com uma identidade falsa com o intuito de manipulá-la durante as investigações.

La Casa de Papel: Coreia está disponível na Netflix.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade