PUBLICIDADE

Análise: Uncharted Legado dos Ladrões se justifica no PC

Coletânea traz dois ótimos games de ação e aventura, mas adaptação para PS5 não apresenta grandes novidades

26 jan 2022 15h13
ver comentários
Publicidade
Coletânea Legado dos Ladrões chega para PC e PS5
Coletânea Legado dos Ladrões chega para PC e PS5
Foto: PlayStation / Divulgação

O PlayStation 5 está entre nós há mais de um ano e como aconteceu com seu antecessor, PlayStation 4, a Sony reforça suas IPs ao relançar remasters para a geração atual. O escolhido da vez foram os dois jogos mais recentes da franquia Uncharted, Uncharted 4: A Thief's End e The Lost Legacy, que chegam na coleção Uncharted: Legado dos Ladrões.

Entretanto, este remaster ganha um tom mais receptivo ao ser lançado também para PC, sendo esta a primeira entrada do jogo para a plataforma. Ainda que seja estranha a escolha da Naughty Dog de lançar os dois últimos jogos da franquia para PC ao invés de seguir uma ordem cronológica, Uncharted Legado dos Ladrões se justifica exatamente por chegar para computadores.

Em termos de roteiro, a coleção apresenta o mesmo altíssimo nível das versões originais. Em A Thief's End vemos Drake sair da aposentadoria para ajudar seu irmão Sam em uma busca pelo tesouro perdido de Henry Avery. O episódio é um belo fechamento para a história de Nathan Drake e assim o continua 6 anos depois do seu lançamento original.

Já The Lost Legacy apresenta Chloe, dupla de Drake de Uncharted 2, em uma aventura na Índia, buscando resgatar uma reliquía. Para conseguir realizar a missão, ela procura ajuda de Nadine Ross. A famosa mercenária irá ajudar a protagonista a encontrar a Presa de Ganecha. Lost Legacy mostrou que a franquia ainda poderia trazer histórias interessantes mesmo sem sua estrela principal e ainda explorou um mundo 'semi aberto' em suas aventuras.

Upgrade questionável nos consoles

Dito isso, para os usuários de PlayStation 5, a política adotada com o lançamento de Legado dos Ladrões é questionável. Isso porque os jogos receberam sim uma melhoria gráfica que tornam os mesmos ainda mais bonitos do que já eram - Uncharted 4 já impressionava no longínquo 2016. Além disso, a gameplay foi adaptada para o DualSense, com sequências de ação e interação do mapa possuindo uma imersão maior.

Entretanto, para jogos que constantemente eram encontrados em promoção por se tratarem de PlayStation Hits, o lançamento de uma nova Coleção, que custa R$ 249,50, apresenta muito pouco que justifique sua existência para o PlayStation 5. Ainda mais quando a opção de adquirir os jogos em seus formatos anteriores foi extinguida.

Apresentação pouco usual, mas convincente

Já para os usuários de PC, que pela primeira vez podem apreciar um pouco da história de uma das franquias mais fortes da Sony, Legado dos Ladrões é uma apresentação estranha, mas convincente do universo. Isso porque o jogo traz o quarto game cronológico, além de um spin-off da franquia. Entretanto, o visual dos games está melhor do que nunca e, assim como pontuamos acima, as histórias ainda são as aclamadas quando foram lançados originalmente.

Uncharted: Legado dos Ladrões - Nota 8
Uncharted: Legado dos Ladrões - Nota 8
Foto: PlayStation/Game On / Divulgação

Vale ressaltar que, para muitos, Uncharted 4: A Thief's End deveria ter sido eleito o jogo do ano em 2016, mas acabou perdendo para Overwatch. Ainda assim, o game da Naughty Dog foi eleito o jogo com melhor narrativa daquele ano e os usuários de PC finalmente poderão compreender o porquê.

Uncharted: Legado dos Ladrões está disponível para PC e PlayStation 5.

*Esta análise foi feita no PlayStation 5 com uma cópia do jogo gentilmente cedida pela Sony.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade