PUBLICIDADE

15 anos depois, onde está o time campeão do mundo de CS?

MIBR conquistou o primeiro título mundial do Brasil no esport; saiba por onde andam os pro players daquele time

8 jul 2021 14h46
| atualizado às 14h46
ver comentários
Publicidade
MiBR campeã do mundo em 2006
MiBR campeã do mundo em 2006
Foto: ESWC / Divulgação

Quinze anos atrás, a MIBR entrou para a história dos esports como a equipe brasileira campeã da Electronic Sports World Cup (ESWC) 2006. Era um time emblemático e cheio de talentos, tanto que 15 anos depois, quase todos os integrantes continuam na ativa.

Dos cinco, quatro ainda competem profissionalmente no CS:GO. Apenas Carlos Henrique "KIKO" Segal não atua em 2021. Raphael "cogu" Camargo, Renato "nak" Nakano, Bruno "bruno" Ono atuam como técnicos e Lincoln "fnx" Lau ainda é jogador.

Confira como estão hoje os nossos primeiros campeões mundiais de Counter-Strike:

bruno

Bruno Ono
Bruno Ono
Foto: Pain Gaming / Divulgação

O jogador bruno continuou atuando profissionalmente como jogador após o título. Na versão 1.6 do jogo, bruno passou, depois do título, por FireGamers, compLexity e PlayArt, por exemplo. No Counter-Strike: Source, bruno tem passagens por MIBR, TD.coL e Team TD.

Na versão mais recente, o CS:GO, bruno foi jogador na playArt, SuperNova, GamerHouse, ProGaming, Brasil Gaming House e RevoltZ e-Sports. A parti dessa última organização, bruno tornou-se treinador e passou a comandar a Virtue Gaming e depois foi treinar a Team Wild.

Atualmente, bruno é técnico da paiN Gaming, uma das principais equipes brasileira de CS:GO.

fnx

fnx
fnx
Foto: DreamHack / Divulgação

O título mundial em 2006 não foi o bastante para fnx. O jogador continuou sua carreira de jogador de uma maneira muito vitoriosa. Entre as versões 1.6 e Source, fnx passou por compLexity, paiN, semXorah entre outras.

No CS:GO, o jogador brilhou ainda mais. Junto com Gabriel "FalleN" Toledo e companhia, fnx conquistou o bicampeonato mundial em 2016 após vitórias na MLG Major Columbus e ESL One Cologne.

Atualmente, fnx foi contratado recentemente para compor o elenco da Paquetá Gaming, uma das principais equipes do cenário brasileiro de CS:GO.

nak

nak
nak
Foto: MIBR / Divulgação

Assim como os outros, nak também seguiu carreira pelas mesmas organizações já citadas entre as versões 1.6 e Source. Nak seguiu como jogador até seu primeiro time no CS:GO.

Na Luminosity, nak iniciou sua jornada como treinador, mas não durou muito tempo. Pouco menos de quatro meses depois, nak voltou a ser jogador pela g3nerationX. A partir daí, o campeão mundial passou por Keyd Stars, a própria Luminosity, CNB, Sharks, Red Canids e DETONA.

Atualmente, nak é assistente técnico do MIBR junto de Alessandro "Apoka" Marcucci.

cogu

Cogu
Cogu
Foto: MIBR / Divulgação

Cogu seguiu no MIBR até 2009 no Counter-Strike 1.6. O jogador também apareceu no elenco da versão Source do MIBR e, na mesma versão, passou por CNB e YeaH!.

No CS:GO, o jogador continuou a carreira nos servidores até 2017 na Gorilla Core. Antes, cogu passou por paiN, INTZ, ProGaming entre outras organizações. Depois da Gorilla Core, cogu tornou-se streamer e treinador, jogando apenas como substituto em ocasiões específicas. Como treinador, passou por Falkol e MIBR. Atualmente, cogu comanda a equipe O Plano.

KIKO

KIKO
KIKO
Foto: Draft5 / Reprodução

O capitão do time, Carlos Henrique Segal, o KIKO, deixou o cenário competitivo de Counter-Strike aos 24 anos para se dedicar à Medicina, sonho de infância que o jogador conseguiu realizar. Em 2019, KIKO ingressou em primeiro lugar na residência de Anestesiologia em Ribeirão Preto, SP.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade