0

MPF denuncia argentino Dátolo por evasão de divisas

25 mai 2017
14h43
atualizado às 15h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ministério Público Federal (MPF) do Rio De Janeiro apresentou, nesta quinta-feira, denúncia contra o jogador de futebol Jesus Dátolo, que começou a temporada no Vitória, e outros dois argentinos - Fabio German Ortiz e Juan Carlos Gorosito - pelo crime de evasão fiscal.

O último time do argentino Jesus Datolo foi o Vitória
O último time do argentino Jesus Datolo foi o Vitória
Foto: Vítoria / LANCE!

Segundo o próprio MPF, em setembro de 2016, Fabio Ortiz e Juan Carlos foram detidos em flagrante no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, quando tentavam embarcar para a Argentina com um total de R$ 125,6 mil sem autorização legal. O montante pertencia ao atleta de 33 anos, que atualmente está sem clube, e se destinava à construção de uma casa deste na Argentina

O caso começou quando a polícia federal foi apurar a informação de que dois argentinos iriam fazer evasão ilegal de divisa. Os oficiais prenderam Fabio Ortiz e Juan Carlos, que estavam esperando para embarcar para Buenos Aires, após identificá-los no saguão de embarque. Depois de busca, foi encontrado R$ 55,6 mil com o primeiro e R$ 70 mil com o segundo.

Em depoimento dado à polícia, os dois afirmaram que a quantia pertencia ao amigo de infância Jesus Dátolo e que a saída do dinheiro para a construção de uma casa na Argentina teria sido dada a mando dele. Fabio também possuía um comprovante de saque em conta-corrente no valor de R$ 150 mil realizado, em nome de Dátolo, realizado em 23 de setembro.

Caso a denúncia seja acatada, o ex-jogador do Atlético-MG será enquadrado no artigo 22 da lei de número 7.492, que se refere a "efetuar operação de câmbio não autorizada, com o fim de promover evasão de divisas do País". A pena prevista para este caso é de dois a seis anos e multa.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade