0

Vitória à custa da Alemanha faz suecos sonharem com repetição da Copa de 1994

28 jun 2018
11h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Um vitória sensacional no Grupo F que mandou a atual campeã mundial Alemanha para casa após a primeira fase fez os torcedores suecos sonharem com uma repetição da Copa do Mundo de 1994, na qual ficaram com o terceiro lugar mostrando muitas das características de sua seleção atual.

Jogadores da Suécia comemoram segundo gol na vitória contra o México
27/06/2018
REUTERS/Damir Sagolj
Jogadores da Suécia comemoram segundo gol na vitória contra o México 27/06/2018 REUTERS/Damir Sagolj
Foto: Reuters

Os homens de Janne Andersson perderam para os alemães devido a um gol nos acréscimos no sábado, mas uma vitória de 3 x 0 sobre o México e a derrota surpreendente da Alemanha para a Coreia do Sul por 2 x 0 deram à Suécia uma vaga nas oitavas de final para enfrentar a Suíça.

Após o apito final, torcedores e comentaristas logo passaram a estudar os possíveis oponentes adiante, e muitos previram imediatamente outra disparada até as semifinais, como ocorreu em 1994.

"Se conseguirmos isso, (derrotar a Suíça), depois é a Inglaterra nas quartas de final --e para um inglês é fisicamente impossível não subestimar a Suécia", disse Robert Laul, jornalista do Aftonbladet.

"Depois disso, estamos na semifinal contra Espanha ou Croácia --um novo verão de 1994", concluiu.

A seleção de 1994 pode ter contado com goleadores mais habilidosos, como Tomas Brolin, Martin Dahlin e Kennet Andersson, mas o plano de jogo do Mundial nos Estados Unidos foi o mesmo que o atual na Rússia --organização defensiva e muita correria.

O técnico de então, Tommy Svensson, e Andersson são semelhantes, treinadores sem afetações vindos da tradição do futebol escandinavo, que valoriza o bem-estar coletivo acima de tudo.

A Suécia teve sua melhor atuação em uma Copa do Mundo quando sediou o torneio em 1958, perdendo a final para o Brasil de Pelé.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade