PUBLICIDADE
Logo do

Vasco

Meu time

Vasco atua com rapidez e anuncia contratação de Lisca como novo treinador

Técnico de 48 anos chega para ocupar o lugar de Marcelo Cabo e assina contrato até o final de 2021

20 jul 2021 13h10
ver comentários
Publicidade

A diretoria do Vasco agiu com rapidez e oficializou nesta terça-feira a contratação de Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, o Lisca, como novo treinador. O antigo comandante do América-MG chega para substituir Marcelo Cabo, demitido na segunda-feira.

Juntamente com o auxiliar técnico Márcio Hahn, Lisca terá a missão de levar a equipe carioca à elite do Campeonato Brasileiro. No momento, o Vasco está na 8ª colocação da Série B, com 18 pontos. O contrato assinado pelo treinador é válido até o fim de 2021.

Lisca com o diretor executivo Alexandre Pássaro
Lisca com o diretor executivo Alexandre Pássaro
Foto: @vasco / Twitter / Estadão

Sua carreira começou nas categorias de base do Internacional, em 1990. Depois, acumulou trabalhos nos juniores de São Paulo, Grêmio e Fluminense até assumir o time profissional do Brasil de Pelotas, em 2007. Seis anos depois, Lisca subiu com o Juventude para a segunda divisão nacional, mas seu trabalho de maior destaque veio no Ceará. Em 2015, o treinador comandou uma reação do Vozão, que estava beirando o rebaixamento à terceira divisão. Mais tarde, em sua segunda passagem, o 'Lisca Doido' também reverteu a crise vivida pelos cearenses na Série A e manteve a equipe na primeira divisão.

Antes de assumir o Vasco, fez um bom trabalho de 16 meses no América-MG. Os mineiros alcançaram a semifinal da Copa do Brasil pela primeira vez na história e foram vice-campeões estaduais em 2021, perdendo o título para o Atlético-MG. Apesar disso, Lisca não sobreviveu aos resultados ruins no início da Série A deste ano e deixou o cargo em 14 de junho.

Após a saída de Miguel Ángel Ramírez do Internacional, seu nome foi especulado em Porto Alegre, ainda mais por sua identificação com o clube, mas a nova casa do treinador acabou sendo mesmo o Vasco. Vale lembrar que, há alguns dias, Lisca recusou uma proposta do rival Botafogo, que demitiu Marcelo Chamusca.

Estadão
Publicidade
Publicidade