3 eventos ao vivo

Futebol

Uefa afasta 4 clubes por infrações ao fair play financeiro

Dennis Gromkowski / Getty Images
22 dez 2014
22h11
atualizado em 23/12/2014 às 09h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nesta segunda-feira, a Uefa puniu severamente quatro clubes, pelo não cumprimento do fair play financeiro. São eles: Bursaspor-TUR, Ekranas, representante da Lituânia, e a dupla Cluj e Astra Giurgiu, da Romênia. Inicialmente, os times foram multados e afastados temporariamente das competições continentais. A entidade europeia estipulou um período de um ano para que os times saiam do vermelho e quitem suas pendências. Caso contrário, as sanções poderão se acentuar.

A maior punição foi aplicada ao Bursaspor. A formação turca foi suspensa por quatro temporadas das competições e terá que arcar com uma multa de 100 mil euros (cerca de R$ 325,8 mil). Já o lituano Ekranas acabou afastado por dois anos, com uma multa menor: 15 mil euros (cerca de R$ 48,8 mil). Contudo, caso sane as dívidas até o primeiro mês de 2015, a punição não terá mais validade.

Por sua vez, o Astra Giurgiu recebeu a multa de 100 mil euros e ficará impedido de disputar torneios europeus nas três temporadas seguintes. Todavia, a pena poderá cair, caso o clube quite as pendências até o dia 31 de janeiro de 2015. O companheiro romeno, Cluj, recebeu o mesmo gancho, mas pagará um pouco mais: 150 mil euros (cerca de R$ 488,7 mil).

Brasileiros - Curiosamente, três dos quatro clubes punidos contam com, pelo menos, um brasileiro no elenco. O Bursaspor tem como centroavante Fernandão, que já defendeu Palmeiras e Bahia. O Ekranas possui cinco atletas do território: os defensores Caetano e Élder e os meias Mandinho, Filipe Elias e Erivelto.

Por sua vez, o Astra Giurgiu traz consigo a dupla Júnior Maranhão (lateral, com passagem pelo São Caetano) e William de Amorim, ex-Corinthians. O Cluj é o único sem brasileiros.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade