0

Monteiro e duplistas vencem e Brasil derrota Barbados na Copa Davis

Agora, tenistas brasileiros irão para a fase classificatória mundial, que será disputada em 2020

14 set 2019
16h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de uma sexta-feira irregular, o Brasil venceu Barbados por duas vezes neste sábado e confirmou o triunfo no confronto válido pelo Zonal Americano da Copa Davis, no saibro da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma (SC). Bruno Soares e Marcelo Melo levaram a melhor no jogo de duplas e Thiago Monteiro, como fizera na sexta, fez a sua parte na primeira partida de simples do dia e garantiu a vitória por 3 a 1 na série melhor de cinco jogos.

O triunfo decisivo veio com Monteiro sobre Darian King, no duelo que reuniu os dois melhores de cada equipe em simples. O brasileiro, atual 101º do mundo, superou o tenista de Barbados, atual 169º (mas já foi 106º, há dois anos), por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (8/6), em 1h46min.

O resultado positivo foi obtido logo na estreia de Jaime Oncins como novo capitão do Brasil na Davis. Ele assumiu a função em março, em substituição a João Zwetsch, demitido após a derrota do Brasil para a Bélgica, no mês anterior, pela fase classificatória. Oncins chegou ao comando do time com a experiência de ter atuado como jogador na tradicional competição por 11 anos, até 2001.

No saibro de Criciúma, Monteiro fez valer a melhor fase que vive no circuito. O tenista da casa começou melhor a partida e praticamente não deu chances a King no set inicial. Obteve uma quebra de saque, em três oportunidades, e não teve o serviço em nenhum momento na parcial.

No segundo set, porém, o tenista de Barbados elevou o seu nível de jogo e passou a criar problemas para Monteiro. King obteve sua primeira quebra no quarto game, abrindo 3/1. Monteiro, então, passou a pressionar o saque do rival e conseguiu devolver a quebra no nono game.

No tie-break, o brasileiro também começou melhor e abriu boa vantagem. Chegou a ter dois match points, salvos por King, que até esboçou reação. Mas já era tarde demais. Monteiro não desperdiçou uma nova chance para fechar o jogo e confirmou o triunfo brasileiro sobre a equipe de Barbados. Foi sua 8ª vitória em 14 jogos disputados na tradicional competição.

Mais cedo, Marcelo Melo e Bruno Soares fizeram o favoritismo prevalecer sobre o mesmo Darian King e Haydn Lewis por 2 a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 7/5. O resultado deixara o time nacional na frente pela primeira vez no confronto, uma vez que João Menezes perdera de King na estreia, na sexta-feira - Monteiro empatara o duelo no mesmo dia.

Melo e Soares fizeram uma partida das mais irregulares e tiveram muita dificuldade para fechar cada um dos sets. Acostumada a brilhar na Davis, a dupla até começou com uma quebra de saque à frente e, quando liderava por 5/4, permitiu a virada dos adversários para 6 a 5, tendo de decidir a parcial no tie-break.

No set seguinte, os visitantes obtiveram mais uma quebra logo de cara, mas Melo e Soares devolveram a quebra no serviço para empatar em 3/3, explorando a canhota de Lewis para alcançar o triunfo em 7/5.

Os dois triunfos conquistados neste sábado levam o Brasil novamente para a fase classificatória da competição, em fevereiro de 2020. Nesta etapa, a equipe nacional tentará avançar para as Finais da Davis, que passou a contar com novo formato a partir deste ano.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade