PUBLICIDADE

Tênis

Lenda do tênis mundial, Arantxa Sánchez Vicario é condenada a dois anos de prisão

A ex-atleta e seu ex-marido terão de pagar multa que passa dos R$ 35 milhões

18 jan 2024 - 09h02
(atualizado às 14h07)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Arantxa Sanchez Vicario, ex-tenista e lenda mundial do tênis foi condenada a dois anos de prisão e multa a pagar de 6,6 milhões de euros, pelo Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, por ocultação de patrimônio.
A ex-tenista Arantxa Sanchez Vicario assistindo partida de tênis do US Open no dia 10 de setembro de 2022, em Nova York. (Imagem de arquivo)
A ex-tenista Arantxa Sanchez Vicario assistindo partida de tênis do US Open no dia 10 de setembro de 2022, em Nova York. (Imagem de arquivo)
Foto: Matthew Stockman/Getty Images

A ex-tenista Arantxa Sanchez Vicario, de 52 anos, lenda do tênis mundial, foi condenada a dois anos de prisão por ocultação de patrimônio. A decisão é da Justiça da Espanha, e virou notícia em diversos veículos da Europa nesta quarta-feira, 17. O ex-marido de Vicario foi condenado a três anos de prisão pelo mesmo crime.

O ex-casal irá cumprir a pena em liberdade, sob a condição de não cometer nenhum crime durante o período de condenação. Eles também terão que arcar com uma multa no valor de 6,6 milhões de euros, equivalente a mais de R$ 35,4 milhões.

Arantxa Sánchez Vicario e seu ex-marido ocultaram seus patrimônios para evitar pagar um empréstimo que foi feito pelo Banco de Luxemburgo.

A ex-tenista “dispunha de bens suficientes para pagamento do empréstimo”, mas ela e seu marido decidiram ocultar seus fundos para evitar o pagamento, de acordo com as autoridades espanholas. A condenação foi expedida pelo Tribunal Superior de Justiça da Catalunha.

A tenista Arantxa Sanchez Vicario na final de Roland Garros em 6 de junho de 1998 em Paris, França. (Imagem de arquivo)
A tenista Arantxa Sanchez Vicario na final de Roland Garros em 6 de junho de 1998 em Paris, França. (Imagem de arquivo)
Foto: Simon Bruty/Anychance/Getty Images

Vicario já foi considerada a número um do mundo no tênis, entre as décadas de 1980 e 1990. Ela alcançou o primeiro lugar do ranking mundial de tênis em 1995.

Entre as conquistas, ela foi tricampeã do torneio de Roland Garros (1989, 1994 e 1998) e campeã do US Open em 1994. Ela ainda acumula quatro medalhas olímpicas: prata (duplas) e bronze (individual) em Barcelona (1992) e prata (individual) e bronze (duplas) em Atlanta (1996).

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade