PUBLICIDADE

Jogadores

Ao lado de Soares, Melo evita pensar em jogo contra Sá

22 dez 2009 - 13h00
(atualizado às 13h36)
Compartilhar

Depois de dois anos e meio de parceria, Marcelo Melo e André Sá se preparam para iniciar a próxima temporada com novos companheiros. Ambos se despediram de forma oficial em Florianópolis, no final de semana retrasado. Agora ao lado de Bruno Soares, Melo evita pensar em um provável confronto com o amigo.

"Não gosto de pensar nisso porque não é uma situação legal, por mais que o tênis seja competitivo. A gente é amigo fora da quadra, mas jogar contra não é uma situação agradável. Eu não quero nem pensar, porque acho que pode puxar coisas ruins e não leva a lugar nenhum. Se acontecer, aconteceu", disse Marcelo.

Ambos já fizeram três duelos em duplas, sempre em challengers. Ao lado do paraguaio Ramon Delgado, Sá venceu Melo e o brasileiro Franco Ferreiro na final de São Paulo 2004. Três anos depois, com o mesmo companheiro, ele perdeu os dois jogos contra o ex-parceiro, que atuou com o argentino Horacio Zeballos na decisão da cidade do México e com o compatriota Alexandre Simoni nas quartas de São Paulo.

André Sá, por sua vez, trata o assunto com naturalidade. "Isso vai acontecer com certeza, porque vamos jogar praticamente os mesmos torneios. Vai ser um momento especial e um momento difícil ao mesmo tempo. Jogar contra os companheiros é sempre mais complicado. Vai ser casca grossa (risos)", disse o tenista.

Juntos, Marcelo Melo e André Sá foram campeões no Estoril 2007, New Haven 2008, Poertschach 2008, Costa do Sauípe 2008 e Kitzbuhel 2009. Os brasileiros ainda ficaram com três vice-campeonatos e alcançaram a semifinal da edição de 2007 de Wimbledon.

Em 2010, André Sá passará a jogar ao lado do romeno Horia Tecau, mas segue com o mesmo patrocinador e o mesmo treinador de Marcelo Melo e Bruno Soares (Daniel Melo, irmão de Marcelo). Como todos disputarão praticamente os mesmos torneios, um confronto é iminente.

Diferente de seu novo parceiro, Bruno Soares imagina como seria um duelo com André Sá. "Cada um entra, faz o seu papel e depois tudo volta ao normal. A chance de acontecer agora no começo é gigante", afirmou. O trio inicia a temporada de 2010 no ATP 250 de Brisbane, no começo de janeiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra