5 eventos ao vivo

Francesa Fiona Ferro vence em Palermo e fatura 1º título da retomada do tênis

Tenista de 23 anos derrotou a estoniana Anett Kontaveit por 2 sets a 0

9 ago 2020
20h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após quase cinco meses, o tênis voltou a ter uma campeã. Trata-se da francesa Fiona Ferro, que faturou o primeiro título no circuito na retomada do esporte, após a paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus. A tenista de 23 anos levantou o troféu no Torneio de Palermo, na Itália.

Neste domingo, Ferro se sagrou campeã ao derrotar na final a estoniana Anett Kontaveit pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5 em Kontaveit. Atual 53ª do mundo, a francesa faturou seu segundo título de nível WTA, no embalo de boas exibições realizadas ao longo dos últimos meses.

"Este título significa muito para mim, especialmente por ter ficado tantos meses sem competir no circuito. Eu já estava feliz só por voltar à quadra", comentou a campeã, responsável por 51 bolas vencedoras ao longo da final. "Acho que foi a minha melhor partida da semana. Me senti relaxada, mas não sei por quê. Era uma final! Eu não estava sentindo a pressão", disse Ferro.

Paralisado na metade de março, o circuito profissional foi retomado na segunda-feira passada, com o torneio disputado no saibro de Palermo. O retorno das competições da WTA contou com polêmicas, por conta de testes positivos de tenistas da competição, a poucos dias do início.

Além disso, o evento contou com presença da torcida, ainda que reduzida em comparação aos anos anteriores. Um número limitado de torcedores (300) foi permitido na quadra de 1.500 lugares e tiveram de seguir medidas de distanciamento social.

A competição foi marcada também pelos novos protocolos da WTA e da ATP, na tentativa de evitar contaminações por covid-19 durante os torneios. Por causa das restrições, as jogadoras tiveram de levar suas próprias toalhas e não houve cumprimento ao final dos jogos.

As regras estritas por causa do coronavírus não incluíam chuveiros no local, enquanto autógrafos ou fotos com fãs foram proibidos. Jogadoras da chave principal de simples foram todas europeias de 15 países.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade