0

Djokovic aprova cronômetro entre saques: "Estou confortável com isso"

9 ago 2018
09h22
  • separator
  • comentários

A principal novidade no Aberto dos Estados Unidos desta temporada será o acréscimo do cronômetro de 25 segundos entre os saques. Para a adaptação dos atletas, o recurso já passou a ser utilizado nos torneios que antecedem um dos principais Grand Slams da temporada e têm tido alto nível de aprovação pela maioria dos tenistas, sendo um deles Novak Djokovic.

Depois de duas partidas, ambas com vitória, utilizando o relógio no Masters 100 de Toronto, o sérvio ex-número um do mundo não só revelou estar a favor do uso contínuo da tecnologia, como admitiu já estar adaptado. De acordo com o tenista, a mudança é um atributo de evolução para o esporte e uma discussão que vale a pena fazer parte em busca do melhor tênis possível para os fãs.

"Realmente eu não senti que isso tenha me afetado de forma negativa durante minhas duas partidas em Toronto. Pelo contrário, eu sinto que agora se tem mais tempo para sacar do que antes, porque a contagem regressiva só começa quando o árbitro da cadeira chamar. Então estou bem confortável com isso", disse Djokovic após vencer Peter Polansky por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h24 de confronto.

"É bom que podemos usar o relógio nos torneios antes do US Open e, de maneira mais geral, é preciso levar em consideração os diferentes interessados em nosso esporte. O direito de tomar decisões não remete apenas a nós, apenas fazemos parte da associação que é 50% dos jogadores e 50% dos representantes dos torneios e discutir a fim de votar junto à direção do ATP", ressaltou o sérvio, membro do do conselho dos jogadores da ATP.

Djokovic também comentou sobre sua segundo vitória em solo canadense e viu, entre os pontos cruciais para a vitória, o bom saque como providencial. "No geral, meu jogo foi bom e consegui acelerar os momentos que foi preciso. Vejo que meu saque também foi um diferencial, pois tive bastante precisão", finalizou o tenista, que volta a quadra nesta quinta-feira para enfrentar o grego Stefanos Tsitsipas.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade