PUBLICIDADE

CBT marca presença no Taroii Juniors Cup e destaca importância de eventos no Brasil

Torneio Aberto da República é confirmado em Brasília

28 set 2021 00h41
ver comentários
Publicidade

Eduardo Frick, gerente de esportes e eventos da Confederação Brasileira de Tênis, marcou presença na tarde desta segunda-feira no Taroii Juniors Cup e destacou a importância da competição realizada no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí.

Luiz Candido / LUZ Press
Luiz Candido / LUZ Press
Foto: Lance!

O evento tem parceria com a CBT e a Federação Catarinense de Tênis e é o primeiro de uma série de seis eventos que serão realizados no Brasil nas semanas seguintes.

"Nos deixa muito contente (retorno das competições) as pessoas voltando ao ritmo normal. Pessoas perdendo o medo de viajar, seguindo os protocolos que têm que seguir , vacinação avançando, isso nos dá mais tranquilidade pra que a gente faça os torneios e também conseguir encaixar a sequência de torneios e que os tenistas não percam as possibilidades de galgar nesses torneios ITF e Cosat começando aqui pelo Itamirim em Itajaí e seguindo para Gaspar, Blumenau, Londrina , Curitiba e a Bahia. Somos atentos para facilitar esse processo," conta Frick: "A máquina voltando a girar é importante para todo mundo. É bom para os meninos que estão querendo jogar dentro do Brasil. É seguro jogar dentro do país hoje com clubes maravilhosos , tem todo o conforto e segurança, distâncias pequenas para eles se mexerem. Ideia é que eles façam seus primeiros pontos e daí sim, quando eles recomeçarem em janeiro e que possam estar atrás dos tão sonhados eventos dos Grand Slams. E estamos cada vez mais renovando uma safra . A nova geração está vindo, nossos novos nomes já ganhando torneios profissionais , ter torneios no país é importante e é que vamos fazer", seguiu Eduardo que contou com o apoio da Federação Internacional de Tênis para a abertura de mais datas de eventos esse ano para a realização de eventos ITF e Cosat por conta da pandemia.

"Temos um número x de torneios por ano na ITF, esse ano passamos o limite, mas devido à pandemia, a ITF abriu mais datas , mas para o ano que vem iremos fazer as postulações para 2022 e ver quais os torneios irão permanecer. Tem bastante gente interessada em pedir torneios ITF e Cosat , mas depende da aprovação deles para ter mais."

O calendário juvenil de 2022 já começou a ser planejado e sairá oficialmente ainda em outubro.

O Itamirim Clube de Campo é um dos centros de referência do tênis brasileiro, tanto é que foi usado como Centro Nacional logo após o fim da quarentena, no meio do ano passado, atraindo não só os atletas atuais como Orlando Luz, Carol Meligeni, João Menezes, Igor Marcondes e Daniel Dutra Silva bem como passagens de Thiago Monteiro, Beatriz Haddad Maia, Laura Pigossi, Felipe Meligeni, entre outros.

"Temos uma parceria de longos anos com o Itamirim. Chegamos à conclusão que neste momento a CBT poder realizar um Centro de Treinamento seria um custo muito elevado então pinçamos alguns locais que são importantes , fizemos um estudo de mercado e vimos que o Itamirim tinha condições de fazer. Fomos trazendo os jogadores para cá, principalmente na época do começo da pandemia logo que começou a abrir no meio do ano passado . Também tivemos o projeto de Portugal onde levamos o Thomaz Bellucci, Bia Maia, Carol Meligeni , João Menezes,junto com o COB. Um dia pensamos em ter um local. Somos um país muito grande, mas é um custo muito alto para ter um corpo técnico com preparador físico, psicólogo onde é preciso ter esse acompanhamento, dois, três treinadores".

Frick confirma mais eventos no Brasil. O Aberto da República, em Brasília (DF), e torneio em Goiânia e destaca importância do Encontro Nacional da CBT em dezembro

O fim de ano não só será agitado para o tênis juvenil nacional, mas também no profissional com a realização de uma série de torneios profissionais já em outubro com Rio do Sul (SC), de US$ 25 mil de premiação, bem como uma série de torneios da série La Legion Sudamericana coordenados pelo argentino Horacio De La Peña e aqui no Brasil por Rafael Westrupp, presidente da CBT. Além dos eventos challenger já previamente divulgados em São Paulo (SP) e Florianópolis (SC), Frick confirmou o Aberto da República, em Brasília (DF), na semana de 22 de novembro, torneio challenger de 80 pontos em conjunto com o torneio ITF W60 feminino. Goiânia foi confirmado também para receber um evento de US$ 25 mil masculino e feminino.

"Muito legal essa parceria que o presidente da CBT, Rafael Westrupp, foi buscar junto ao Horacio de la Peña. Teremos Rio do Sul com torneio masculino e feminino, depois em novembro outro em Goiânia masculino e feminino já confirmado e depois teremos mais dois challengers 80 em São Paulo na Hípica Sto. Amaro e em Florianópolis no LIC. Além desses teremos o Aberto da República em Brasília (DF) masculino (challenger 80) e arrancamos com um W60 dentro do Iate Clube, o maior torneio feminino nacional , no dia 22 de novembro. Arrancamos com esse torneio, depois São Paulo na semana de 29 de novembro e depois Florianópolis. O Banco BRB ajudando a capitanear todo o nosso processo desse evento em Brasília. Importante ressaltar que os challengers ainda não aparecem no calendário, mas a ATP os colocará em algumas semanas".

Junto com a última semana do ano no challenger masculino em Florianópolis será realizado o Encontro Nacional da CBT - entre os dias 8 e 10 de dezembro - com presença dos melhores tenistas do Brasil além de treinadores, preparadores físicos, fisioterapeutas e staff ligado ao esporte visando a troca de informações e evolução do esporte: "Reuniremos os melhores , esse ano faremos o Encontro um pouco mais curto de três a quatro dias, ideia é reunir todos os treinadores. É dos eventos mais marcantes que temos. Não fizemos ano passado pela pandemia e sentimos . E o que mais queremos é reunir. Conseguimos colocar todos os tenistas e técnicos, já fizemos avaliação da parte física com o Edu Faria,o Miguel , parte genética que já fizemos com o Eros , fizemos também com o pessoal da Sensorial que é a parte cognitiva que trabalhamos com os jogadores. Aproveitamos esses dias para fazer uma série de coisas com os jogadores que são importantes e reunimos a comunidade do tênis. "

Nesta segunda-feira, destaque para os atletas de Itajaí que avançaram nas categorias 14 e 16 anos. Arthur Rocha, que passou o qualifying nos 14 masculino, derrotou por Caio Dourado, cabeça de chave 5, por 5/7 6/2 6/2. Pedro Strapazzon marcou um duplo 6/1 sobre Samuel Bastos. Nos 16 anos feminino, Alisssa buhr passou por Pietra Ferreira com um duplo 6/3 e Gabriela Cho marcou 3/6 6/0 6/3 sobre Marina Monaco.

O Taroii Juniors Cup, evento com 600 atletas de sete países, terá 99 jogos nesta terça-feira com início mais cedo, a partir das 8h com toda a primeira rodada da chave principal dos 18 anos masculino e feminino e o seguimento dos jogos do Sul-Americano do Cosat nos 14 e 16 anos além do início da categoria 12 anos.

Resultados do ITF 18 anos no link https://www.itftennis.com/en/tournament/j4-itajai/bra/2021/j-g4-bra-03a-2021/order-of-play/ e dos 14 e 16 anos no link https://cosat.tournamentsoftware.com/tournament/96446de1-1d81-4c60-8c7f-63efcfcc6938/matches/20210927

Lance!
Publicidade
Publicidade