PUBLICIDADE

Surfe

Mineirinho: surfista aposentado aposta no empreendedorismo

Campeão mundial de surf é sócio da primeira piscina de ondas com tecnologia brasileira; expectativa é abrir 20 novos clubes

12 jul 2023 - 19h13
Compartilhar
Exibir comentários

Adriano de Souza, o Mineirinho, encerrou sua carreira profissional aos 34 anos, em 2021, repleto de grandes conquistas: em 2015, foi campeão mundial de surf no World Surf League (WSL), ganhou 11 dos 15 confrontos contra a lenda do surf, Kelly Slater, e fez história ao ganhar em Pipeline pelo Brasil.

Em 2019, quando percebeu que sua carreira profissional estava terminando, começou a traçar os planos para o futuro e decidiu empreender. Em Florianópolis, ele tem hoje duas franquias da Mini Kalzone, uma surf shop da HD, um restaurante japonês e um hotel de containers, tendência que trouxe para o Brasil das suas experiências pelo mundo.

Residente da praia do Campeche, em Florianópolis, hoje a rotina permite estar muito próximo ao esporte que construiu toda a sua história. Com o surf nas veias e no coração, consegue praticar praticamente todos os dias. E por que não levar essa experiência ao alcance de todos?

Em 2022, Mineirinho entrou em um projeto inovador, que promete democratizar o surf em diversas regiões do Brasil, mesmo as que estão longe do litoral. Ele é sócio da Surf Center, primeiro clube de surf com piscina de ondas coberta e aquecida do mundo, com tecnologia 100% brasileira, com expectativa de inaugurar 20 novos clubes de surf nos próximos sete anos, por todo o Brasil e no exterior.

“Hoje vejo um crescimento gigantesco no mercado de surf nas cidades, principalmente nas grandes metrópoles. É uma oportunidade perfeita para trazer toda a minha experiência e conhecimento no esporte em prática. Vamos criar essa onda juntos, para levar o surf para todos os cantos do país”, comemora.

A primeira piscina de ondas da Surf Center está em construção em Curitiba, capital do Paraná, cidade que está a uma hora de carro da praia e conta com uma legião de amantes do esporte. Outras localidades já estão em negociação, como Brasília, Grande ABC, São Paulo, Mato Grosso do Sul, interior do Paraná e Nordeste. As piscinas de ondas proporcionam a evolução no esporte, pela prática constante, além de ser uma experiência incrível e muito emocionante.

“Eu fiz o teste da primeira piscina de ondas, a Wave Garden, competi na piscina do Kelly Slater, na Califórnia, e já surfei na America Machine. Essas tecnologias conseguem reproduzir ondas perfeitas e contribuem muito para a prática e evolução no esporte”, afirma.

O grande diferencial da Surf Center é oferecer uma piscina coberta e aquecida, a primeira do mundo, em um clube de surf. “Quem surfa sabe o conforto de praticar o esporte em uma água quente, sem a roupa de borracha. O movimento se torna mais livre, e proporciona um momento mais agradável para o surf. Em Florianópolis, grande parte do ano enfrentamos a água gelada. Praticar em uma piscina aquecida e coberta é o sonho de qualquer surfista”, comemora.

Tecnologia 100% Brasileira

O gerador de ondas GT3K da Surf Center é o primeiro 100% nacional no segmento de ondas artificiais dinâmicas com patente depositada. Com tecnologia inteligente, a flexibilidade permite criar diversos tipos de ondas, exclusivas para cada praticante, com custo de venda em média 1/3 menor do que os concorrentes pelo mundo e com custo operacional e de manutenção mais baixos, já que o mecanismo para a fabricação fica fora da água.

A piscina de ondas da Surf Center pode ser replicada em qualquer lugar, em um espaço de um campinho de futebol. Com 40 x 90 m, já é possível reproduzir a tecnologia exclusiva da Surf Center. Em áreas menores, os custos associados à construção são mais baixos, bem como operações e manutenção - tudo isso reduzindo o impacto no meio ambiente: menos escavação, menos concreto, menos vedação de solo e menos uso da água.

Ondas em Curitiba

Com mais de 1.400 metros quadrados, a piscina de ondas da Surf Center na capital paranaense irá oferecer ondas de direita moduláveis e adaptáveis para todos os surfistas, de crianças a adultos de todas as idades, desde os praticantes iniciais até os profissionais do esporte.  As ondas podem variar de meio metro a um metro, com duração de 8 a 12 segundos.

Será a primeira piscina de ondas aquecida e coberta do mundo que funcionará como um Clube de Surf: além das ondas, os sócios usuários terão acesso um centro de treinamento completo, com Crossurf, academia de musculação, surf skate park, ginástica natural, entre outras práticas, além de loja de surf e acessórios, vestiários e um espaço voltado a família, em uma área de 3.400 m².  O clube de surf também irá promover campeonatos para todas as categorias, surf trips e um projeto social para democratizar o esporte entre crianças e adolescentes carentes. “

"

Mineirinho
Mineirinho
Foto: Divulgação

Um grande diferencial desse projeto é que o sócio pode levar a família toda para a Surf Center, fazer sua sessão de surf enquanto a família aproveita o centro de treinamento, com diversas atividades”, lembra Mineirinho

On Board Sports
Compartilhar
Publicidade
Publicidade