PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Suíça

Meu time

Confiante, Shaqiri pede respeito com a Suíça: "Temos qualidade para ganhar"

19 jun 2018 12h00
| atualizado às 12h00
ver comentários
Publicidade

O empate diante do Brasil, logo na estreia da Copa do Mundo da Rússia, animou a seleção da Suíça, que promete seguir forte na busca por uma vaga nas oitavas de final do torneio. É o que aponta o meia Dzherdan Shaqiri, um dos principais jogadores da equipe, que se mantém otimista em relação à campanha que fará sua seleção neste Mundial.

"Nosso objetivo é conquistar todo o Mundo. Somos otimistas, com as partidas contra a Sérvia e a Costa Rica, nós podemos chegar à fase de eliminatórias. Contra a Espanha (amistoso) e o Brasil nosso time mostrou o quanto pode. Agora, o foco está na Sérvia e acreditamos que seja um resultado positivo", afirmou o meia, em coletiva de imprensa.

O jogador do Stoke City-ING ainda garantiu que os suíços não se vêem pressionados após o bom resultado da estreia. Segundo ele, o plantel é qualificado, acostumado a disputar campeonatos importantes, e merece mais respeito por parte dos adversários e da imprensa.

"Eu não acho que haja muita pressão sobre nós. Não temos medo de ninguém, temos qualidade para ganhar. Conhecemos nossas capacidades, temos grandes jogadores que jogam nas ligas mais fortes", assegurou. "Espero que as pessoas comecem a nos levar mais a sério. Eu sinto que há falta de reconhecimento e isso é uma desvantagem. Fomos ótimos contra o Brasil e, antes disso, perdemos apenas uma vez", completou.

Pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo, a Suíça encara a líder Sérvia, que bateu a Costa Rica no primeiro jogo e soma três pontos na classificação. A partida acontecerá na próxima sexta-feira, a partir das 15h (no horário de Brasília), em Kaliningrado. No mesmo dia, o Brasil pega a Costa Rica em São Petersburgo, às 9h.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade