6 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

São Paulo retarda planejamento de 2018 para focar na briga contra o Z4

9 out 2017
22h42
atualizado às 22h42
  • separator
  • comentários

Dorival Júnior revelou ao Mesa Redonda , da TV Gazeta , no último domingo, que já participou de uma reunião com a diretoria do São Paulo para analisar o trabalho que vem sendo desenvolvido e projetar a temporada de 2018. No entanto, a briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro a apenas 12 rodadas do fim da competição tem atrapalhado o planejamento da comissão técnica.

"Não tem como planejar em um momento como esse. Lógico que você conversa, pode dar uma sondada, ver as condições, mas de uma maneira direta, mais clara, que seria o ideal, o momento não nos dá essa condição. Tivemos uma reunião com o presidente e o Vinicius (Pinotti, executivo de futebol) e colocamos de uma maneira geral, mas isso não vai se estender agora, foram pontuais. Caso a diretoria queira ir atrás, ótimo, mas nós estamos focados na nossa situação atual", explicou o técnico são-paulino.

Isso não quer dizer que Dorival não esteja atento ao que acontece ao seu redor, como por exemplo a boa fase do zagueiro Iago Maidana no Paraná Clube - ele retorna de empréstimo em janeiro - ou o eventual retorno de Kaká, hipótese levantada pelo próprio atleta ao Esporte Espetacular .

"Ele (Maidana) vem fazendo um bom campeonato, estamos acompanhando, mas não temos relação nenhuma, mesmo em relação ao Kaká, vi, sim, a colocação dele, mas vou repetir, pensaremos e esboçaremos qualquer situação a partir do momento que sairmos dessa condição", ressaltou Dorival nessa segunda, sempre lembrando que a equipe, apesar da 14ª colocação, tem só um ponto a mais que o Sport, o primeiro dentro do Z4.

Além da preocupação com o momento do time no Brasileirão, Dorival também ainda não se sente preparado para definir as prioridades de mercado que o São Paulo deve ter, afinal, o técnico está há três meses no cargo e ainda não conseguiu dar oportunidade para todas as peças do elenco.

"Estamos vivendo um momento muito difícil, não posso falar nada a respeito de elenco, grupo. Anda teremos muitos jogos, períodos de treinamento para que eu possa observar um pouco mais o que teu tenho nas mãos, e aí sim pensar em uma melhora para que tenhamos uma equipe mais forte", disse, em entrevista no CT da Barra Funda.

O que Dorival não quer de jeito nenhum é que seus atletas sejam contaminados pelas notícias de bastidores de negociações que já começaram a ser veiculadas na imprensa. O comandante tricolor já avisou que todo jogador tem liberdade para procurar a comissão técnica e não deixar que paire dúvidas sobre assuntos relacionados a esse tema.

"Eu estou com eles todos os dias e praticamente em todos os momentos possíveis no CT, já deu para eles nos conhecerem um pouco. Acho que uma palavra basta a partir do momento que você conheça as pessoas, a maneiras delas agirem. Os jogadores estão focados em treinamento, em melhorar, o restante, muitas coisas serão faladas, algumas verdades outras não, porém, temos de ter consciência de que vivemos num mundo assim. Em cima de muitas fofocas que existem, o próprio jogador tem que ter a consciência de que sua permanência ou não em qualquer clube depende única e exclusivamente do seu rendimento", avisou o técnico.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade