1 evento ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

São Paulo posterga negociação para voltar a contar com Luis Fabiano

8 fev 2018
20h23
atualizado às 20h23
  • separator
  • comentários

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, não tem pressa para negociar mais um retorno do atacante Luis Fabiano ao São Paulo. O jogador de 37 anos acertou a rescisão do contrato que mantinha com o Vasco, com validade até o final do ano, nesta quinta-feira e utiliza as dependências do CT da Barra Funda para se recuperar de uma cirurgia no joelho direito.

"O Luis Fabiano é uma hipótese que não estamos considerando imediatamente", comentou Leco, após participar de um evento na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF). "Ele está conosco todos os dias, fazendo tratamento, mas ainda tem três meses de reabilitação pela frente. Nesse período, ocorrerá a Copa do Mundo. Então, é um assunto para mais à frente", acrescentou.

Luis Fabiano também parece preocupado exclusivamente com a cura do seu joelho direito, que já havia submetido a outra intervenção cirúrgica, para corrigir um problema no menisco, em agosto do ano passado. Com salários atrasados, optou por sair amigavelmente do Vasco, que enfrenta problemas financeiros.

"Não seria justo com o clube e com o torcedor vascaíno, que precisaria esperar mais alguns meses pela minha recuperação em um momento tão importante, em meio à Libertadores e ao Campeonato Carioca. Agradeço imensamente à diretoria pela compreensão da minha situação e ao torcedor pelo carinho que dedicou a mim desde a minha chegada. Tenham certeza de que, apesar de a passagem ter sido mais curta do que eu desejava, o Vasco estará sempre no meu coração", despediu-se Luis Fabiano, em comunicado.

Há muito mais espaço no coração do veterano, no entanto, para o São Paulo. Pelo clube do Morumbi, Luis Fabiano conquistou o Torneio Rio-São Paulo de 2001 e a Copa Sul-Americana de 2012, com 212 gols marcados em 352 partidas disputadas. A efetividade fez dele o terceiro maior artilheiro são-paulino da história, atrás somente de Serginho Chulapa (242) e Gino Orlando (233).

"É indiscutível que o Luis Fabiano é um dos grandes ídolos da nossa história", enalteceu Leco, mandatário que não chega a dar o ciclo de contratações para a temporada como encerrado após a aquisição do meia-atacante Valdívia. "O elenco está formado, mas nunca nos fechamos a uma possibilidade que possa ser benéfica à instituição. Ainda assim, hoje, o São Paulo tem um plantel de significativa importância", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade