2 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

São Paulo

Rennes não se empolga com teste e Júnior Tavares volta ao SP

Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press
15 mai 2018
12h01
atualizado às 12h06
  • separator
  • comentários

Após ficar 20 dias treinando junto ao elenco do Rennes num período de observação, Júnior Tavares está de volta ao São Paulo. O jogador acabou não empolgando durante estas duas semanas de treinamentos e a diretoria francesa decidiu não realizar o aporte financeiro para a aquisição do jogador de 21 anos, que foi liberado para retornar ao Brasil, onde já é esperado para se representar.

Em nota, o clube francês confirma que não irá adquirir o lateral neste momento, apesar da confirmação de suas qualidades e comprometimento neste período. Os franceses informam ainda que os clubes decidiram manter contato para o caso de uma negociação futura. Caso fosse aprovado no teste. o lateral seria adquirido por 2,5 milhões de euros (R$ 10,6 milhões).

Se no primeiro momento Júnior Tavares não fazia parte dos planos de Aguirre, agora a sensação no clube é outra. Antes preterido com o retorno de Reinaldo e aquisição definitiva de Edimar, o jogador agora é visto com bons olhos pelo treinador.

Isso porque com a mudança de esquema adotado pelo comandante, o Tricolor passou a jogador num 3-5-2. Com essa formação, os laterais passam a atuar de maneira um pouco mais ofensiva, sendo utilizados como alas. Nessas condições, Aguirre vê Júnior Tavares como sendo útil ao elenco, devido a sua qualidade nas jogadas ofensivas.

Promovido ao time profissional por Rogério Ceni, em 2017, Júnior Tavares disputou um total de 50 jogos oficiais com a camisa tricolor, sendo 45 na última temporada, quando chegou a ser um dos destaques da equipe, sobretudo durante o Campeonato Paulista. No ano passado, o atleta chegou a chamar a atenção do Ajax, da Holanda, e esteve perto de trocar o São Paulo pelo Corinthians em negociação que acabou não se concretizando após sua mãe criticar o clube de Parque São Jorge.

 

Veja também:

As mulheres atiradoras que lutam contra caça ilegal de elefantes no Zimbábue
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade