0

Leco dá adeus à possibilidade do São Paulo conquistar o Paulista em sua gestão

30 jul 2020
08h20
atualizado às 08h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nesta quarta-feira, o São Paulo foi derrotado por 3 a 2 pelo Mirassol, no Morumbi, e caiu nas quartas de final do Campeonato Paulista. A eliminação teve um gosto especialmente amargo para Leco, que, em dezembro, deixará a presidência do Tricolor sem que o clube tenha conquistado uma edição do estadual em sua gestão.

Leco foi eleito para ocupar o cargo máximo do São Paulo no final de 2015, sendo reeleito no fim de 2017. O mandatário já assumiu o posto pressionado, já que o último título do Tricolor tinha sido conquistado em 2012, quando o time levantou a taça da Sul-Americana.

Nas cinco temporadas do São Paulo sob à administração de Leco, o melhor resultado do time no Paulistão foi registrado no ano passado, quando o Tricolor chegou à final do estadual e foi batido pelo Corinthians após um empate sem gols e uma derrota por 2 a 1.

Sem a possibilidade de conquistar o Campeonato Paulista, o São Paulo ainda terá mais três caminhos para evitar que Leco deixe a presidência de mãos vazias. O time ainda disputará o Brasileirão, a Libertadores e a Copa do Brasil.

O atual presidente do Tricolor será substituído após eleição que acontecerá em dezembro deste ano. Representando a chapa "Juntos pelo São Paulo", Júlio Casares será um dos candidatos. O grupo adversário ainda não definiu o postulante, porém conta com Marco Aurélio Cunha e Roberto Natel como nomes fortes.

Fora do Paulistão, o próximo compromisso do São Paulo será apenas no dia 9, contra o Goiás, fora de casa, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade