PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Ceni pode igualar vitórias de Crespo com metade dos jogos disputados pelo argentino

7 dez 2021 09h12
| atualizado às 09h12
ver comentários
Publicidade

O técnico Rogério Ceni está a uma vitória de igualar o número de resultados positivos de Hernán Crespo à frente do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Caso leve a melhor contra o América-MG, na próxima quinta-feira, em Belo Horizonte, o ídolo tricolor empatará com seu antecessor, mas tendo disputado metade dos jogos em que o argentino esteve à beira do campo.

Crespo soma seis vitórias em 25 jogos pelo Campeonato Brasileiro. Nessas partidas em que saiu vitorioso, o argentino viu seu time marcar dez gols e sofrer três. Rogério Ceni, por sua vez, tem cinco triunfos pelo Tricolor na competição. Sua equipe balançou as redes nove vezes e foi vazada em apenas uma oportunidade, contra o Juventude, nesta segunda-feira.

No total, Ceni tem uma média de gols de 0,91 por jogo. Foram 11 tentos marcados em 12 partidas. Já Crespo ostentava uma média de 0,8 gol por partida (20 gols em 25 jogos). Defensivamente, o ex-goleiro também leva vantagem. São 12 gols sofridos em 12 jogos (um por jogo), enquanto o argentino viu sua equipe ser vazada 25 vezes em 25 rodadas.

Até então, o São Paulo não tinha superado rivais que subiram da Série B na temporada passada. Foram seis empates contra Cuiabá, Chapecoense, Juventude e América-MG. Nesta segunda-feira, entretanto, a tão esperada vitória contra equipes de menor expressão aconteceu.

Os feitos inéditos do Tricolor não param por aí. Nesta segunda-feira o time também marcou três gols em um mesmo jogo válido pelo Campeonato Brasileiro pela primeira vez em 2021. As vitórias mais elásticas do São Paulo até então haviam sido contra Internacional, Palmeiras e Sport, todas por 2 a 0.

Outro ponto que chama atenção são os clássicos. Sob o comando de Ceni, o São Paulo venceu o Corinthians, por 1 a 0, no Morumbi, e o Palmeiras, por 2 a 0, no Allianz Parque. Já com Crespo o Tricolor somou no Brasileirão empates com Corinthians, Palmeiras e Santos, além de um outro revés contra o Peixe.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade