PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Sócios do Santos terão acesso exclusivo em parte da reunião do Conselho Deliberativo

Iniciativa inédita vai ser testada nesta noite. Conselho vai discutir proposta de "funding" de torcedores e analisar o relatório do Conselho Fiscal sobre o primeiro trimestre de 2021

10 jun 2021 11h00
| atualizado às 12h14
ver comentários
Publicidade

O Conselho Deliberativo do Santos fará um projeto de caráter experimental na noite nesta quinta-feira (10). Os sócios torcedores adimplentes poderão ter acesso ao vivo no tópico Assuntos Gerais da Sessão Ordinária, que acontece aproximadamente às 21 horas. Basta fazer o login no Portal do Sócio Rei e acessar a área de Conteúdo Exclusivo.

Celso Jatene é o presidente do Conselho do Santos Foto: Divulgação/SantosFC
Celso Jatene é o presidente do Conselho do Santos Foto: Divulgação/SantosFC
Foto: Lance!

O horário da transmissão ao vivo no site pode sofrer alteração de acordo com o andamento das demais pautas que serão discutidas na reunião, que tem início previsto para às 19 horas, de maneira virtual.

Antes de a reunião ser liberada para os sócios, os conselheiros irão analisar e votar a proposta de criação de um "funding" de torcedores e investidores santistas com o propósito de avalizar empréstimos bancários ao clube.

O projeto foi anunciado pelo presidente Andrés Rueda na entrevista coletiva que marcou os cem dias de gestão. A ideia é concentrar os investimentos milionários de torcedores santistas em um determinado banco e utilizar o valor captado como garantia para que o mesmo banco faça empréstimos em condições especiais ao Santos.

- O clube precisa de caixa. Com o que está previsto para receber vai ser muito difícil para a gente segurar os acordos feitos e os pagamentos. Empréstimo o clube não tem garantia para dar. O empréstimo do BMG é 15%, é inviável pagar isso. Então, a gente reuniu um grupo de empresários abastecidos e o que a gente quer. Que eles depositem um dinheiro no banco, o dinheiro é dele, fica aplicado, e ele garante um empréstimo subsidiado ao Santos. Como o dinheiro vai ficar aplicado no banco, fica bloqueado, o banco tem garantia de que, se o Santos não pagar, o dinheiro tá em casa. Com isso, o banco consegue fazer empréstimo para o clube com juros bem baixinhos. Estamos tentando reunir um grupo de empresários santistas nesse modelo para arrumar um funding para o clube tocar suas dívidas, equacionar. Com juros baixoa, eu pago dívidas de juros altos - explicou o presidente.

Além da análise da proposta de "funding", a reunião desta quinta-feira irá analisar o relatório do Conselho Fiscal sobre as contas do primeiro trimestre de 2021, além de votar um parecer da CIS sobre processo de 2020 e empossar um novo membro do Conselho Fiscal.

Lance!
Publicidade
Publicidade