PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Santos é multado por arremesso de baqueta em árbitro

Defesa alega a impossibilidade do clube de prever o comportamento do torcedor neste ato e que o objeto não atingiu o juiz

23 nov 2021 16h59
| atualizado às 18h09
ver comentários
Publicidade

O Santos corria o risco de perder até dez mandos de campo, mas foi multado em apenas R$ 5 mil no julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta terça-feira, pela baqueta arremessada em direção ao árbitro Marcelo Lima Henrique, no jogo contra o América-MG, dia 23 de outubro, na Vila Belmiro.  

A defesa alegou a impossibilidade de o Santos prever o comportamento do torcedor neste ato e que o objeto não atingiu o juiz, pelas imagens apresentadas, além de que o infrator foi identificado e feito um boletim de ocorrência.   

O árbitro Marcelo de Lima Henrique
O árbitro Marcelo de Lima Henrique
Foto: Donaldo Hadlich / Gazeta Press

Com isso, o clube recebeu uma multa como "caráter didático", excluindo a punição de mando de campo. O presidente do Santos, Andres Rueda, presente no julgamento, informou que o clube tentará ressarcimento deste valor junto ao torcedor infrator.

Como ficou livre de punição de mando de campo, o Santos poderá receber Fortaleza e Cuiabá na Vila Belmiro nas últimas apresentações em casa no Campeonato Brasileiro.

O Santos volta a campo na quinta-feira, às 19h, na Vila Belmiro, pela 35ª rodada do Brasileirão, diante do Fortaleza. O meia Vinícius Zanocelo, em entrevista coletiva nesta terça-feira, falou da importância do time se recuperar após a derrota no clássico diante do Corinthians.

"Jogar um clássico sempre é difícil. E o nosso time ainda está em construção, então é normal essa oscilação que estamos passando. Claro que é doloroso perder um jogo desses, mas quinta já temos outra final. Então é levantar a cabeça para conseguir esses três pontos dentro de casa. É o momento de quebrarmos esse tabu contra o Fortaleza. A equipe deles está na parte de cima da tabela e brigando por Libertadores, então sabemos da dificuldade, mas contamos muito com o apoio do torcedor para conquistar essa vitória", afirmou o meio-campista, referindo-se ao fato de que o time santista não vence o cearense desde 2006.

O técnico Fábio Carille espera contar com o atacante Marinho, que está em fase final de recuperação de uma lesão muscular na coxa esquerda. O atleta já treina normalmente com os demais companheiros de elenco.

Estadão
Publicidade
Publicidade