PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Gabriel Pirani ganha nova chance no Santos contra Juazeirense na Copa do Brasil

Meia entra no lugar de Camacho, que será desfalque por já ter entrado em campo na competição pelo Corinthians

27 jul 2021 20h23
| atualizado às 20h23
ver comentários
Publicidade

O técnico Fernando Diniz optou por um meio de campo criativo diante da Juazeirense, em duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 19h15, na Vila Belmiro. Depois de perder a posição na rodada passada, Gabriel Pirani ganha nova chance por causa da impossibilidade de Camacho jogar. O volante defendeu o Corinthians na competição.

Sem Camacho e com a negociação de Alison, o treinador descartou usar um volante de ofício e colocará em campo os três jogadores que disputam duas vagas na equipe principal. Antes, Pirani era o dono da armação, com Jean Mota e Sánchez lutando por uma vaga. Contra o Atlético Goianiense, o jovem da base acabou preterido. Agora, o trio disputa vagas juntos, escalados.

Jean Mota fará sua terceira posição no meio. Como entrou no time como meia, sua função verdadeira, e agradou, em momento sem Pirani, Diniz o "inventou" como segundo volante para mantê-lo entre os 11, com o jovem armando a equipe. Agora, sem Camacho, ele será o primeiro volante, agora com Sánchez dando apoio na marcação e, ao mesmo tempo, revezando na saída ao ataque.

Pirani volta à posição de origem para tentar mostrar ao treinador que merece ser mantido após ter virada reserva por uma partida. Como Jean Mota e Sánchez não se destacaram na derrota por 1 a 0 para os goianos, a disputa foi reaberta e o jovem depende apenas dele para recuperar o posto.

Depois de três tropeços contra times defensivos na Vila Belmiro (0 a 0 com Juventude e Sport e 0 a 1 contra o Atlético Goianiense), Diniz pede mais pontaria e não admite um outro resultado senão a vitória. Com mais de um gol, melhor ainda para dar tranquilo na volta, daqui uma semana, em Juazeiro do Norte, na Bahia.

Camacho não será o único desfalque. Daniel Boza e Moraes defenderam o Mirassol e também não podem atuar. E Kaio Jorge está fora por causa de negociações avançadas com a Juventus, da Itália, apesar de o Santos não esconder que preferia negociá-lo ao Benfica.

Sem o centroavante, a função será dada para Lucas Braga. O atacante entrou bem no fim de semana, mas atuando aberto na ponta. Agora, centralizado, tentará ajudar na busca por um resultado positivo com a missão de marcar gols.

Fernando Diniz deve mandar o Santos a campo desta maneira: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan; Jean Mota, Carlos Sánchez e Gabriel Pirani; Marinho, Lucas Braga e Marcos Guilherme.

Estadão
Publicidade
Publicidade