1 evento ao vivo

Entenda por que o Santos apenas suspendeu contrato de Robinho

16 out 2020
21h14
atualizado às 21h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Santos suspendeu o contrato de Robinho nesta sexta-feira. O acordo foi firmado no sábado e vale até o fim de fevereiro de 2021.

O Peixe optou por suspender e não rescindir o contrato de Robinho pela esperança de absolvição em julgamento marcado para 10 de dezembro. A Justiça Italiana analisará em segunda instância a acusação de violência sexual. Se for considerado inocente, o atleta poderia retornar.

"Estou aqui com tristeza no coração para falar a vocês que tomei a decisão, junto ao presidente, de suspender meu contrato diante desse momento conturbado da minha vida. Meu objetivo sempre foi ajudar o Santos. Se de alguma forma estou atrapalhando, melhor que eu saia e foque nas minhas coisas pessoais. Com certeza vou provar minha inocência", disse Robinho.

"Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália", afirmou o clube.

As transcrições de conversas de Robinho com amigos foram fundamentais para a interrupção da quarta passagem do atacante pelo Peixe. Depois da publicação do GE, a torcida pressionou o clube nas redes sociais e patrocinadores ameaçaram acabar com a ajuda financeira.

O site publicou transcrições de interceptações telefônicas e um grampo no carro de Robinho, ambos autorizados pela Justiça Italiana. Robinho confirmou a participação em ato sexual no dia 22 de janeiro de 2013, numa boate em Milão. Uma mulher albanesa acusou o jogador e quatro amigos de estupro coletivo.

A condenação em primeira instância, no ano de 2017, foi de nove anos de prisão e Robinho se defende em liberdade. O jogador de 36 anos é julgado junto ao amigo Ricardo Falco. Os demais suspeitos saíram da Itália durante a investigação e são alvos de processo diferente. De acordo com os documentos detalhados pelo GE, o atacante santista admitiu a relação sexual com a vítima, mas negou o estupro.

Na transcrição, porém, Robinho comenta sobre a mulher estar alcoolizada.

Ricardo Falco: "Ela se lembra da situação. Ela sabe que todos transaram com ela.

Robinho: "O (NOME DE AMIGO 1) tenho certeza que gozou dentro dela".

Falco: "Não acredito. Naquele dia ela não conseguia fazer nada, nem mesmo ficar em pé, ela estava realmente fora de si".

Robinho: "Sim".

Robinho foi avisado sobre a investigação por Jairo Chagas, músico naquela noite na boate, e disse:

Robinho: "Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu".

Robinho: "Olha, os caras estão na merda… Ainda bem que existe Deus, porque eu nem toquei aquela garota. Vi (NOME DE AMIGO 2), e os outros fod… ela, eles vão ter problemas, não eu… Lembro que os caras que pegaram ela foram (NOME DE AMIGO 1) e (NOME DE AMIGO 2)…. Eram cinco em cima dela".

Em janeiro de 2014, o músico Jairo Chagas voltou a comentar sobre o caso com Robinho.

Robinho: "A polícia não pode dizer nada, eu direi que estava com você e depois fui para casa".

Jairo: "Mas você também transou com a mulher?".

Robinho: "Não, eu tentei".

Jairo: "Eu te vi quando colocava o pênis dentro da boca dela".

Robinho: "Isso não significa transar".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade