PUBLICIDADE
Logo do Santos

Santos

Favoritar Time

Após morte de Pelé, Santos passa vergonha no Paulistão e no Brasileirão Rei

O ano de 2023 foi o primeiro sem o eterno Rei do Futebol, mas, diferente do que aconteceu com a Argentina, o Santos não cresceu

6 dez 2023 - 23h41
(atualizado em 7/12/2023 às 01h12)
Compartilhar
Exibir comentários
Santos não conseguiu ir bem em nenhuma competição de 2023
Santos não conseguiu ir bem em nenhuma competição de 2023
Foto: Santos FC / Divulgação

A temporada do Santos foi muito abaixo do esperado pelo torcedor, ainda mais no ano seguinte à morte do Rei Pelé, com o clube e as competições fazendo homenagens para o eterno jogador que faleceu no fim do ano passado. No fim de tudo, o Peixe vai disputar a Série B pela primeira vez em sua história

Tudo começou no Campeonato Paulista, com a equipe mais uma vez ficando de fora do mata-mata e brigando até a última rodada contra o rebaixamento.

A Federação Paulista programou a entrega de uma taça especial ao campeão estadual do ano, contando com um layout especial, tendo uma coroa no topo. Além do troféu de campeão, houve a realização de um minuto de silêncio antes de todos os jogos organizados por ela na temporada.

No Paulistão, o vexame foi grande, com a derrota na última rodada por 3 a 0 contra o Ituano. Foi a terceira edição consecutiva com a eliminação do Peixe ainda na fase de grupos, sendo que a última vez que a equipe da Vila Belmiro esteve presente, em 2020, foi eliminada nas quartas de final.

Prêmio Terrabolistas Brasileirão 2023: confira os destaques da competição Prêmio Terrabolistas Brasileirão 2023: confira os destaques da competição

Apelidado de ‘Brasileirão Rei’, a competição nacional neste ano contou com uma série de homenagens ao maior jogador de todos os tempos. Um minuto de aplausos antes dos jogos, faixas de capitão e moedas personalizadas foram utilizados como protocolo na abertura do campeonato.

Mas nem isso foi suficiente para que o Santos conseguisse ir bem na competição e, mais uma vez, lutou até os últimos minutos contra o rebaixamento.

Com muitas dívidas, mas com uma nova gestão em 2024, o torcedor espera conseguir ser feliz daqui para frente, quem sabe, retornando para o lugar de onde, para eles, nunca deveria ter saído. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade